O seu navegador não é compatível. O site Tripadvisor poderá não ser exibido corretamente.Aceitamos os seguintes navegadores:
Windows: Internet Explorer, Mozilla Firefox, Google Chrome. Mac: Safari.
Booking.com
eDreams
Priceline
Agoda.com
StayForLong
Os preços acima são fornecidos por parceiros e referentes a um quarto com ocupação variada, informada pelo estabelecimento. Os impostos e taxas não estão incluídos. Para saber os detalhes, consulte os nossos parceiros.
Avaliações (29)
Filtrar avaliações
29 resultados
Pontuação dos viajantes
23
6
0
0
0
Tipo de viajante
Época do ano
IdiomaTodos os idiomas
Mais idiomas
Pontuação dos viajantes
23
6
0
0
0
Veja a opinião dos viajantes:
Filtros selecionados
Filtrar
Atualizando...
2 a 7 de 29 avaliações
Publicada em 11 de maio de 2021

Gostámos muito do espaço e da envolvente, natureza e tranquilidade.
Todas as comodidades listadas estavam presentes.
O anfitrião permitiu-nos ficar mais algum tempo por não ter hóspedes depois de nós.
Recomendou-nos o cesto de pequeno-almoço e deu perfeitamente para dois dias. Os artigos biológicos e o pão eram excelentes-

Data da estadia: maio de 2021
    • Quartos
    • Limpeza
    • Atendimento
Obrigado, filipamoraoantunes
Esta avaliação representa a opinião subjetiva de um membro do programa Tripadvisor e não da TripAdvisor LLC.
Publicada em 17 de novembro de 2020

Uma experiência maravilhosa. Uma paz e calma que não se consegue sentir no nosso dia a dia. Uma casa muito bem decorada e minimalista, muito acolhedora no inverno. Nesta fase do Covid-19 é uma ótima opção porque poderá cozinhar na casa e durante estadia não se cruzar com ninguém.

Data da estadia: novembro de 2020
Tipo de viagem: Viajou em casal
Obrigado, mariajs2016
Esta avaliação representa a opinião subjetiva de um membro do programa Tripadvisor e não da TripAdvisor LLC.
Publicada em 8 de agosto de 2019

Situado numa aldeia com apenas 40 habitantes, decidimos ficar 3 noites nestas casas acolhedoras e extremamente interessantes, nomeadamente a nível estético.

Todas as pessoas com quem falámos foram extremamente simpáticas e prestáveis, e inclusivamente ajudaram-nos a identificar pontos de interesse nas redondezas bem como sítios onde comer!

Por estarmos no meio da natureza, temos que ter em conta que de vez em quando nos entram alguns insetos no quarto, mas nada com o qual não consigamos lidar. Em termos de qualidade de sono, o colchão e as almofadas eram um pouco rijas, o que para algumas pessoas pode ser um pouco incómodo.

Não podia deixar de destacar o facto de, caso assim o queiramos, proporcionarem um conjunto de atividades particularmente interessante, tendo nós decidido fazer o workshop de pão a lenha, que se revelou particularmente saboroso!

Data da estadia: julho de 2019
    • Qualidade do sono
    • Limpeza
    • Atendimento
Obrigado, Pedro R
Esta avaliação representa a opinião subjetiva de um membro do programa Tripadvisor e não da TripAdvisor LLC.
Publicada em 7 de agosto de 2019

Estive 3 noites nas casas do Vale do Ninho. O objetivo das férias era afastarmo-nos da cidade e encontrar a calma e paz do campo no isolamento de um lugar mais longe da civilização.
Encontramos tudo o que procurávamos no Vale do Ninho no que diz respeito a calma e tranquilidade. As casas estão localizadas numa aldeia de Xisto e são mesmo uma verdadeira experiência rural de isolamento aliadas a casas modernas e funcionais.
Os donos do alojamento local são muito simpáticos e sempre prontos a ajudar em tudo o que precisamos a qualquer hora e nota-se mesmo uma verdadeira paixão por aquilo que estão a fazer quando nos mostram o alojamento.
As casas são servidas por uma piscina biológica amiga do ambiente e de um pequeno quintal em frente das casas.
Temos também direito a pequeno almoço no nosso quarto e alguns snacks na cozinha como bolachas etc... Contudo apenas colocam comida no primeiro dia e se quisermos mais temos de comprar.
Como principais aspetos negativos das casas, realço o facto de não terem microondas que dá bastante jeito, e o facto da cama e almofadas serem bastante duras e para mim pessoalmente algo desconfortáveis.
Realço que quem quiser fazer este tipo de experiência deve ter em conta que as casas estão no meio do campo e por vezes podem existir bichos como aranhas dentro das casas o que é normal naquele ambiente. Também aconselho levarem repelente porque existem mosquitos e insetos naquela zona.

Contudo, com todos estes pontos negativos foi uma excelente estadia e espero um dia repetir neste ou em qualquer outro alojamento do mesmo tipo.
Aconselho por fim, quem for para o Vale do Ninho a experimentar os workshops, eu fiz o de pão a lenha e gostei muito não só pelo entusiasmo e profissionalismo de quem o deu mas também pelo pão que pude levar para casa.

Data da estadia: julho de 2019
    • Localização
    • Limpeza
    • Atendimento
1  Obrigado, Beatriz C
Esta avaliação representa a opinião subjetiva de um membro do programa Tripadvisor e não da TripAdvisor LLC.
Publicada em 4 de dezembro de 2017

Sem dúvida que o vale ninho é um local completo!
O motivo que nos levou a escolher, era o que tínhamos visto das casas. Bonitas e modernas, mas com o enquadramento da aldeia que não se deve perder. De alguma forma, um espaço que do exterior parece pequeno, mas estando lá dentro o conforto e a luminosidade dão-nos a sensação completamente diferente. Na entrada encontramos logo uma pequena cozinha, completamente equipada e bonita. A Loiça é orgulhosamente nacional e diga-se com bom gosto. É uma espécie de biombo móvel que esconde esta pequena cozinha que está logo à entrada do nosso estúdio. No patamar superior está a cama, que de certa forma foi embutida entre madeira. Larga e airosa com vista para o resto da casa. Parece estranho, mais ainda assim conseguiu ter uma grande privacidade. Umas escadas que dão acesso ao patamar inferior onde está a sala. Uma mesa simples e bonita com um sofá embutido por baixo do teto de madeira do patamar superior. Pode ser transformado em mais uma cama, ou simplesmente aterrar a meio da tarde e fazer uma sesta enquanto olhamos para o terraço com a piscina. Abrindo a grande janela, vamos para o jardim comum ontem tem a piscina. Tem uma pequena mesa para quem quiser tomar o pequeno almoço com este cenário. O enquadramento é bem feito com os tons terra e o azul da piscina. Por norma as piscinas já são bem convidativas, esta tem um encanto especial que sem darmos conta já nos estamos a dirigir a ela. É rodeada pelas casas o que faz com que não se sinta tanto o vento. O olhar frontal para a floresta deixa-nos com sentimento de refugio. Foi uma noite e uma manhã bem mexidas em relação ao vento, mas diga-se que na piscina mal o sentimos. Podemos dizer que foi um fim de semana que não demos pelo tempo passar. Fizemos milhentas coisas e mesmo quando era tempo de irmos embora ainda ficamos mais um pouco.
Nas imediações da ideia há muito o que fazer. É claro que damos destaque onde ficamos, mas mais do que isso queremos que saibam com o que podem contar à volta. Enganem-se os que pensam que nos contentamos ficar por casa ou pela piscina. A aldeia, apesar de não ser a mais conhecida das aldeias do xisto, é porventura uma das que mais orgulho tem em si mesmo. Mais do que um destino de férias, é um destino onde as pessoas vivem e são felizes. Temos o centro de btt das aldeias do xisto. Está incrivelmente bem marcado e está bem tratado e a funcionar. Não se pode dizer o mesmo de outros no país. Não o vimos no mapa dos centros BTT homologados, o que poderá não ser importante. Sendo este um dos que está em melhor estado e também dos mais conhecidos. No caso de precisarem de informação, basta deslocarem-se ao centro e têm a informação detalhada de cada um dos percursos. Neste mesmo centro, a funcionar têm a zona de lavagem que basta colocar 1€ podem levar a bicicleta lavada. Se quiserem ir mais seguros de não se perderem e levar o percurso no GPS, podem pedir ao Pedro do Vale do Ninho que ele disponibiliza. Mais uma vez, não é necessário pois está bem marcado.
Existem percursos com todo o para todo o tipo de experiência e preparação. Um à volta da aldeia com menos de 4km (marcação verde) para iniciação. Existem os percursos verdes, azul, vermelho e o preto, por ordem de dificuldade respetivamente. Um que nos chamou à atenção, é o que liga a Ferraria de S. João até à bonita de aldeia do Xisto de Gondramaz e volta. Se quiserem saber um pouco mais dessa aldeia, vejam o nosso post dedicado. Percurso circular, mas também mais exigente. Convém estar bem preparado, tanto fisicamente como de mantimentos. Para os menos preparados, existe também a possibilidade de alugar bicicleta com o Pedro no Vale do Ninho. Tem um “parque” bem apetrechado. Desde bicicletas de estrada a mais convencionais de btt à grande estrela que é a bicicleta elétrica que tivemos a sorte de experimentar. Uma das vantagens é alguém menos preparado poder fazer o percurso com menos esforço, ou então acompanhar um grupo que esteja mais bem preparado.
No nosso caso, não aproveitamos os trilhos, pois já tínhamos andado de btt na zona de Sicó. Fomos ver a qualidade das estradas e fizemos um percurso (montanhoso) até à aldeia de Casal de S.Simão. Podem fazer download do percurso. Tem trilhos marcados para caminhadas com boas paisagens. A estrada é boa e muito protegida do vento. A aldeia é conhecida por ser quase toda em Xisto, tem o ser ar pitoresco e podemos ver também as fragas que dão uma vista espetacular.

Dica de quarto: Todos são bons
Data da estadia: julho de 2017
  • Tipo de viagem: Viajou em casal
    • Qualidade do sono
    • Limpeza
    • Atendimento
Obrigado, Fugir_Blog
Esta avaliação representa a opinião subjetiva de um membro do programa Tripadvisor e não da TripAdvisor LLC.
Veja mais avaliações