O seu navegador não é compatível. O site TripAdvisor poderá não ser exibido corretamente.Aceitamos os seguintes navegadores:
Windows: Internet Explorer, Mozilla Firefox, Google Chrome. Mac: Safari.

“BAR RUIM, COMIDA BOA.”
Avaliação sobre Fôrno

Fôrno
1.853 de 39.810 Restaurantes em São Paulo
Faixa de preço US$ 19 - US$ 45
Bairro: Vila Buarque
Detalhes do restaurante
Bairro: Vila Buarque
Avaliou em 2 de maio de 2018

Fui em um sábado à noite e amei o prédio em que é localizado. Ficamos na espera, pedimos um drink e a mesa chegou primeiro que o drink, a hostess alegou que o barmen estava sozinho e por isso a demora da bebida. Subimos pra nossa mesa e a bebida demorou mais uns 10 minutos pra chegar. Pedimos um lanche de pastrami e outro de katsu sando e estavam deliciosos. De entrada fomos de carne cruda igualmente divina. Mas é um lugar para comer e tomar cerveja, podiam melhorar os drinks, pois estavam bem sem graça, fora a demora...mas vale a visita :)

    • Custo-benefício
    • Atendimento
    • Comida
1  Obrigado, Talita G
Esta avaliação representa a opinião subjetiva de um membro do programa TripAdvisor e não da TripAdvisor LLC.
Faça uma avaliaçãoAvaliações (150)
Pontuação dos viajantes
Tipo de viajante
Época do ano
Idioma

47 a 51 de 150 avaliações

Avaliou em 29 de abril de 2018 via dispositivo móvel

Um projeto ousado. Só cabem 40 pessoas no lugar. A fila de espera é longa, mas vale a pena esperar. A pizza é divina, o lanche é saboroso, o pudim de lata é maravilhoso e o atendimento impecável pela moçada articuladas e bonitas. Parada obrigatória.

1  Obrigado, Patrícia R
Esta avaliação representa a opinião subjetiva de um membro do programa TripAdvisor e não da TripAdvisor LLC.
Avaliou em 24 de abril de 2018

O Fôrno era um dos meus restaurantes favoritos. Eu, minha esposa e um casal de amigos gostávamos tanto que trouxemos vários outros amigos para visitar o local, com destaque para o lanche de pastrami, a burrata e o mousse de chocolate. No entanto, nossa experiência na última vez em que fomos lá definiu o sentido da palavra "última": nunca mais voltaremos.
Antes, não há como deixar de notar o tempo de espera para conseguir uma mesa - aproximadamente 2h em horários de pico. De fato, não é característica peculiar desse restaurante, já que se tornou moda abrir cubículos gourmet em São Paulo, com tamanhos inversamente proporcionais aos preços (exceto Outback, que não importa o tamanho, sempre estará lotado). Ora, que se abram Food Trucks de uma vez...
Bom, de todo modo, ao menos antigamente a espera valia a pena. E é aí que começo a tratar dos reais problemas do Fôrno:

1) Preços absurdos;
Todos sabemos que os restaurantes, de tempos em tempos, reajustam seus valores. O problema é quando o recinto deixa de reajustar valores e passa a praticar a usura, digna de execução na fogueira na idade média. Seria exagero meu? Diga-me você, caro leitor: pagar R$ 8,00 num refrigerante em lata é normal? Acredito que não. Mas não é nem esse o caso... no Fôrno você paga incríveis R$ 8,00 em uma garrafinha de 250ml de Coca-Cola (antes não era assim), o que não dá pra encher direito um copo americano. Isso equivaleria a pagar R$ 64,00 numa garrafa de 2l - preço digno de um bom vinho.
Além disso, tiraram o hot dog que antes era gourmetizado - o que até justificava o preço - e inseriram outro absolutamente esquecível (por um preço maior, é óbvio). Afinal, faz sentido cobrar mais de R$ 20,00 num dogão feito de pão, salsicha e mostarda (sim, só isso). Ah! Mas é porque agora acompanha fritas... desculpa, agora tá explicado.
É que talvez eu seja mão de vaca em excesso, ou pobre. Valores são relativos, não é mesmo? De qualquer forma, logo depois que fomos embora eu fiz questão de comprar uma coca de 1,5l na padoca por dez conto, pra compensar - o que já é bem caro -, mas nunca me senti tão feliz em ter sido um pouco menos extorquido. Então irei pro próximo ponto, talvez mais objetivo.

2) Piora na qualidade da comida;
Pagar caro em restaurante vale a pena quando a qualidade e o diferencial correspondem ao preço. Essa é uma premissa que eu adoto, diga-se de passagem. Ser assaltado sem mão armada por causa de uma coca-cola não se justifica.
O problema é que não só a Coca teve um gostinho amargo.
A entrada que pedimos veio fria. Pagamos um preço que era pra ser de uma entrada compartilhável com pelo menos mais uma pessoa, mas que na verdade foi individual. Era uma pequena burrata fria mergulhada num lago de molho de tomate em época de estiagem. Aliás, pedimos duas burratas, e as duas vieram frias no centro. Mas ok, acontece.
Pedimos os pratos principais. No caso, foram dois lanches de pastrami e dois lanches daqueles novos com carne e pimentão. Pensamos nós que o pastrami não tinha como não valer a pena, né? Tudo seria recompensado... Ledo engano: nem o sagrado picles foi salvo. Trocaram o picles caseiro e parrudo por um objeto verde importado diretamente do Mc Donald's.
Pelo menos o lanche veio acompanhado de óleo com fritas. Ufa!

3) O mousse de chocolate;
Nas primeiras vezes em que fomos ao Fôrno, havia um maravilhoso mousse de chocolate com uma pitadinha de sal em cima (sim, é estranhamente bom), regado a uísque no borrifador. Uma das melhores sobremesas que já comi na vida, sem dúvidas.
Como tudo na vida passa, tiraram a sobremesa e, num ato de genialidade indescritível, colocaram no lugar um Cheesecake de Nutella. Nada de especial pelo nome, certo? Menos ainda no paladar (e, consequentemente, no bolso). Cobraram uns R$ 25,00 num cheesecake vindo direto da geladeira, feito de creme de avelã Casino diluído no creme de leite, pra render mais (tal mistura é conhecida como Nutella, segundo o dicionário do Fôrno).

4) Conclusão e sugestão
Ao fim, recusando pagar o serviço, a conta do casal saiu por volta de R$ 160,00. O que o Fôrno nitidamente demonstrou com tudo isso é que está cortando gastos, o que reflete na piora de sua qualidade. Sugiro que os donos do restaurante "baixem um pouco a bola" e parem de achar que o consumidor é idiota. Caso contrário, sugiro que abram uma adega de Coca-Cola.

    • Custo-benefício
    • Atendimento
    • Comida
5  Obrigado, Jonatas R
Esta avaliação representa a opinião subjetiva de um membro do programa TripAdvisor e não da TripAdvisor LLC.
Avaliou em 23 de abril de 2018 via dispositivo móvel

Muito bom!! Fui com uma amiga e pedimos duas pizzas pra dividirmos, A 3 FORMAGGIO É MARAVILHOSA, pedimos também a stracciatella selvagem, eles oferecem azeite normal, com ervas ou com pimenta. Pedimos também uma porção de fritas e uma de maionese pra acompanhar (que apesar de deliciosa era MINÚSCULA e custava 6 reais, praticamente o preço da batata)

Obrigado, ChicaSchuler
Esta avaliação representa a opinião subjetiva de um membro do programa TripAdvisor e não da TripAdvisor LLC.
Avaliou em 22 de abril de 2018

Fomos ao Fôrno nesse domingo à noite. Previsão de espera: 50 minutos. Até aí tudo bem, pois havia uma bancada e algumas cadeiras e poderíamos fazer os pedidos do lado de fora. Pedimos um Craker, que demorou bastante para chegar, a ponto de termos cobrado duas vezes o garçom. Pelo menos o prato estava saboroso, era muito bem servido e tem um preço bastante justo. Em seguida, pedimos um cheesecake de Nutella, que demorou um pouco para chegar também, e custava quase o mesmo que o Craker. Mesmo depois de quase uma hora no local, não conseguimos entrar no restaurante. Vale a pena pela comida, mas a demora dos pratos deixa bastante a desejar.

    • Custo-benefício
    • Atendimento
    • Comida
Obrigado, Sofialim
Esta avaliação representa a opinião subjetiva de um membro do programa TripAdvisor e não da TripAdvisor LLC.

Os viajantes que viram Fôrno, também viram

 

Já visitou Fôrno? Compartilhe suas experiências!

Proprietários: qual é o seu lado da história?

Você é o proprietário ou o gerente deste estabelecimento? Solicite o seu perfil gratuito para responder a avaliações, atualizar o seu perfil e muito mais.

Solicite o seu perfil