O seu navegador não é compatível. O site TripAdvisor poderá não ser exibido corretamente.Aceitamos os seguintes navegadores:
Windows: Internet Explorer, Mozilla Firefox, Google Chrome. Mac: Safari.
Hotéis próximos
Avaliações (2)
Filtrar avaliações
2 resultados
Pontuação dos viajantes
0
0
0
1
1
Tipo de viajante
Época do ano
IdiomaTodos os idiomas
0
0
0
1
1
Veja a opinião dos viajantes:
Filtrar
Atualizando...
Publicada em 26 de fevereiro de 2018 via dispositivo móvel

Fui com um amigo para o camping aldeia da Lua, durante o carnaval. No primeiro dia fomos recebidos por uma funcionária e já informados que o camping estava sem luz, mas consertariam durante aquele dia. Fomos embora e não tivemos luz no camping. Além disso, cobravam 30 reais pelo café da manhã (a diária no camping já era 60), um café da manhã BEM mais ou menos. Certo dia perguntei se poderiam me cobrar apenas por uma tapioca, pois estávamos com pressa e o café ainda não estava pronto. Quiseram nos cobrar 30 REAIS por essa tapioca. Até aí beleza.
Até que numa noite estávamos fazendo um churrasquinho lá na área comum e encontramos dois filhotes de jararaca. A chapada dos veadeiros é uma reserva natural, o camping aldeia da lua fica bastante afastado da cidade de São Jorge, no meio da mata, então é natural que apareçam animais selvagens. Eu e meu amigo capturamos as cobras e iríamos soltá-las na mata na beira da estrada, fora da propriedade, pra que não machucassem ninguém e também não fossem pisadas. Porém, quando o dono da propriedade, Marcelo, chegou começou a nos ameaçar e queria matar as cobras a qualquer custo!! Um absurdo numa área de preservação ambiental! Depois ainda soubemos que ele estava drogado quando chegou!!! No dia anterior havia acordado todos os hóspedes da pousada numa gritaria com a esposa que também cuida do camping/ pousada. Após a maior gritaria, convencemos ele a nos deixar soltar as cobras na natureza. Ele nos seguiu de carro o caminho todo e depois ainda nos mandou ir embora no dia seguinte! Voltando pro camping eu e meu amigo resolvemos ir embora, estávamos assustados com o tratamento que tivemos e com o estado do Marcelo. Desmontamos a barraca e fomos acertar as contas, porem depois de pagarmos eles bloquearam a saída do nosso carro alegando que iriam chamar a polícia pois ficamos amigos de um , que diziam ser um bandido!!!! Não iacreditamos, estavam nos impedindo de ir embora e nos envolvendo nos problemas deles com os funcionários, que já haviam dito que o Marcelo não queria pagá-los... até hoje não entendi o que nos hóspedes tínhamos a ver com isso tudo, até pq se eles tinham um “bandido” trabalhando na pousada como fica a segurança dos hóspedes?! Um absurdo, graças a Deus depois de muita confusão e gritaria (Arlete e Marcelo não tinham respeito nenhum com os hóspedes, gritavam com o funcionário e conosco, e já eram mais de 2 da manhã!) conseguimos ir embora. Não recomendo essa acomodação nem pro meu pior inimigo, e inclusive deveriam ser investigados por crime ambiental, encontramos outros animais mortos na propriedade!!!

Hospedou-se em fevereiro de 2018, viajou com amigos
2  Obrigado, Thainá E
Esta avaliação representa a opinião subjetiva de um membro do programa TripAdvisor e não da TripAdvisor LLC.