Falência da agência Amoma causa prejuízo aos hotéis do Rio
Salvar

"A falência da agência internacional on-line Amoma tem causado grande prejuízo aos hotéis do Rio de Janeiro, já que algumas reservas foram canceladas sem qualquer reembolso ou comunicação aos hóspedes. Mesmo sem nenhum vínculo comercial ou jurídico com a agência, algumas hospedagens estão sob ameaça de processo, exigindo retratação dos intermediários que negociavam diretamente com a empresa.

A Amoma alega falência devido às “condições insustentáveis de mercado em que apenas um círculo muito pequeno de grandes agências de viagens online pode sobreviver”. Para aqueles que fizeram suas reservas através do site, a agência indica entrar em contato com o hotel ou a instituição de pagamento para obter informações sobre a prestação do serviço.

Para a assessoria jurídica da ABIH-RJ, os intermediários que mantinham relações comerciais com a agência devem honrar o compromisso estabelecido no momento da reserva, tanto com o hóspede quanto com o hotel."

(matéria de Juliana Mônaco no PANROTAS)

O que foi dito no texto se aplica a todo e qualquer portal de comparativo de voos e reservas, principalmente no que tange aos lados prejudicados: tanto os hotéis quanto os consumidores são vítimas e por isso se deve evitar reservas nesse tipo de portais!!

Vítor