O seu navegador não é compatível. O site TripAdvisor poderá não ser exibido corretamente.Aceitamos os seguintes navegadores:
Windows: Internet Explorer, Mozilla Firefox, Google Chrome. Mac: Safari.
TripAdvisor
São Paulo
Publicar
Mensagens
Buscar

Hostel Sao Paulo Backpackers

Salvar
Rua Tecainda 63, São Paulo, Estado de São Paulo 05422-090 Brasil
Booking.com
eDreams
Agoda.com
Hostelworld.com
Hotwire.com
ZenHotels.com
Os preços acima são fornecidos por parceiros e referentes a um quarto com ocupação variada, informada pelo estabelecimento. Os impostos e taxas não estão incluídos. Para saber os detalhes, consulte os nossos parceiros.
Viajante (5)
Quarto e suíte (7)
Áreas recreativas e para família (7)

Sobre

Localização
Limpeza
Atendimento
Custo-benefício
Serviços do estabelecimento
Internet sem fio gratuita e de alta velocidade (WiFi)
Salas de reunião
Apenas para adultos
Loja de conveniência
Hotel para não fumantes
Área externa mobiliada
Cozinha compartilhada
Sala de TV/lounge compartilhado
Comodidades nos quartos
Serviço de limpeza
Detalhes úteis
Idiomas falados
Português, Inglês, Espanhol

Localização

Tela cheia
Bairro
Pinheiros
Ao explorar Pinheiros, um bairro conhecido pelos restaurantes e cafés aconchegantes, você sentirá uma energia jovial. Vários centros culturais e institutos cercam a área, e até mesmo a igreja principal, a do Calvário, realiza a tradicional “Festa Junina” brasileira, uma comemoração com música, dança e comidas tradicionais durante os meses de junho e julho. Nos fins de semana, os moradores ocupam a Praça Benedito Calixto, uma área com muito barulho e pessoas, onde você pode saborear bebidas e aproveitar música ao vivo ao lado da feira de antiguidades.
Leia mais
Veja todos os hotéis perto
14avaliações0pergunta e resposta6dicas de quarto
Pontuação dos viajantes
  • 4
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
Época do ano
Tipo de viajante
Idioma
Filtros selecionados
  • Filtrar
  • Português
A recepção não me disseram a senha pra poder adentrar ao local, o que durante a semana tive que depender dos outros que estavam próximos para abrirem. Quando cheguei fui informada que estava alocada no quarto errado e que era masculino, então me colocaram num quarto feminino, no dia seguinte quando fui na recepção perguntar se podia trocar de cama já que já havia solicitado a possibilidade por meio de notificação da reserva tinha feito, me permitiram, a moça constou que não tinham feito meu checkin, estranhei, então expliquei que o rapaz que havia me recebido, tinha relatado o problema que tinha sido alocada no quarto errado, perguntei se havia algum problema ela havia perguntado que dia seria meu check out e lhe disse e confirmou que não tinha nenhum problema, e a mesma confirmou dados pessoais como e-mail e telefone. Alguns dias depois o hostel me retornou o pedido da cama de baixo que tenho medo de altura e coberta anti alérgica, pois tenho bronquite, e visto isso coincidentemente ocorreu troca da roupa de cama durante esses dias, o que estranhei ser cotidiana, já que em outros hostel nunca ocorreu esse fato. No decorrer da semana notei que minha comida foi sumindo e bebida também, mesmo com o nome anotado neles, com isto parei de comprar suprimentos. Outro problema é a quantidade de banheiro pra tanta gente hospedada, só possuem 2. Outro problema é que não tem limite pra silêncio, pois passava da meia noite tinha sempre gente bebendo e rindo no quintal inté altas horas da madrugada, nenhum dia sequer tive silêncio. Quando foi o último dia da minha hospedagem perto de meia noite, um rapaz que nunca tinha visto, já que durante a semana que fiquei conheci e interagi com grande parte da equipe, sendo cordial ao dar saudações, ou tirando dúvidas de onde ficavam as coisas na cozinha, alegando que trabalhava no hostel me perguntou se eu era a pessoa tal, que teria que me mudar de quarto, pois estava alocada no local errado, e que tinham me dado upgrade, e tal e nunca haviam abordado esse assunto comigo nenhuma vez no decorre da semana, lhe disse os motivos da minha insatisfação, e inclusive lhe contei sobre os prejuízos que tive na cozinha, ele afirmou que iria ser fechada em breve, e o indaguei que se estava tendo esse problema comigo a semana inteira o porque de não terem me ligado, ou mandadado um e-mail, mensagem, whatsapp, pois ele afirmou que a troca de roupa de cama era recorrente por conta disso, fiquei mais brava ainda, pois estamos no século XXI a era da tecnologia, para evitar continuar a ter esse tipo de coisa, com a minha frustação sendo que já estava de pijama e pronta pra dormir, ele combinou comigo que se passasse da meia noite a hospéde iria perder o direito dela e com isso eu poderia voltar pro quarto e dormir, com isto nervosa e cansada fui para o quarto depois da meia noite que ele me liberou. Um tempo depois escuto um barulho e escuto uma respiração de alguém se aproximando do meu rosto e depois cochichando falando algo com alguém, na hora pensei ser coisa da minha cabeça, já que nunca tive esse problema antes de alguém sentar em minha cama no meio da noite e se certificar que estaria dormindo, pois minutos depois cubro o rosto desconfortavelmente, escuto novamente a porta abrindo e dessa vez senti a sensação de alguém sentar em minha e chegar perto de meu rosto para se certificar que estava dormindo, nunca havia passado por isso antes, invasão da minha privacidade, a minha vontade era de gritar e chamar a polícia naquele instante, mas em respeito aos hóspedes e o medo de fazerem algo comigo, já que todos no quarto estavam dormindo, deixei quieto e pra relatar por aqui pois não quero que isso aconteça com outra pessoa futuramente pois deixa uma marca, e uma sensação muito ruim, pois sou mochileira e já viajei e me hospedei em muitos hostels e nunca havia tido tantos conflitos num lugar só, fico decepcionada, pois vários amigos e familiares se preocupam comigo quando lhes digo que ficarei num hostel e eles sempre perguntam é seguro ? E lhe respondo que sim, porém este infelizmente digo que não.
Leia mais
Não entendo quem avalia o hostel como “confortável”. Geralmente eu vejo todos os aspectos pra escrever uma avaliação de um hostel e tento ser o mais compreensiva e flexível possível, mas este hostel não teve jeito: ele ganhou o troféu de pior que já fiquei. - Banheiros: apenas 2 banheiros e chuveiros para 28 pessoas. Os banheiros são individuais. Então, se vc quiser apenas se trocar ou mesmo se olhar no espelho, terá que esperar muitoooo tempo para sair alguém que deu mais sorte de entrar antes para tomar banho. Inclusive, quando cheguei, o funcionário da recepção ainda me alertou dizendo que se eu tinha horário para sair no dia seguinte, ele indicava que eu me programasse para usar o banheiro 20 minutos antes para não me atrasar (absurdo!) - Quartos: os mistos tem 12 camas. Não tem espaço para nada. A parede entre os dois quartos é de gesso e não é vedado, então se o outro quarto estiver fazendo barulho e com a luz acesa, que azar! Por ter muitas camas, o tempo INTEIRO tem gente saindo e entrando no quarto batendo a porta, horrível!!! As camas são ok, nada de incrível. -Localização: realmente excelente. É o que salva a avaliação deste estabelecimento. Bom, para quem quer só dormir pagando 30 conto a noite, faz todo sentido ficar nesse hostel. Mas se você não for tão preguiçoso, verá que andando 2 quarteirões a frente, tem outros hostels pelo mesmo preço com um nível altíssimo de qualidade #Ficadica Não estrague sua viagem a SP ficando no Hostel São Paulo Backpackers Pinheiros.
Leia mais
Localização excelente, ao lado do metro, nas redondezas tem bares, restaurantes, farmácias. Os quartos são confortáveis, bem ventilados, o banheiro é espaçoso e individual. Não tem tomadas disponíveis em todas as camas, ao menos no quarto que fiquei, então tem q levar extensão.
Leia mais
Fiquei hospedada lá de 14 a 19 de maio de 2019. Tive uma experiência extremamente desagradável no hostel. No penúltimo dia da minha estadia, estava dormindo na cama quando senti que uma pessoa apalpou minha bunda. Levei um susto e perguntei "o que é isso?". O cara, que até aquele momento pensei que fosse funcionário do hostel, respondeu "pensei que fosse uma mala". Fiquei sem reação e tentando entender o que havia acontecido. Desci da cama (era uma treliche e eu estava na parte da cima), olhei para todas as camas e não, não era possível confundir nenhuma das pessoas que estavam dormindo com uma mala. Foi quando chamei o funcionário, que chamou o gerente e relatei o que houve. Soube então que quem me apalpou era ex-funcionário, não estava hospedado lá e nem tinha o direito de dormir no hostel. O que aconteceu depois disso foi uma sequência de situações machistas: o gerente contou que o cara que me assediou havia sido assediado há semanas e tinha ficado muito bravo, que minha história contradizia isso. O assediador foi chamado e disse que não era "normal" uma mulher dormir na cama de cima, que não tinha apalpado, e sim tocado, como se fosse fazer muita diferença! Por fim, o gerente expulsou o assediador, disse para ele juntar as coisas dele e ir pra casa da mulher dele: ou seja, o cara estava hospedado sem ter direito disso e tinha uma família. O gerente disse então que havia uma vaga no quarto só para mulheres, para que eu ficasse lá, que não iria falar sobre a história para não causar constrangimentos. Pensei: constrangimentos para mim ou para o hostel? Pois nem mesmos as funcionárias souberam da história, como se o gerente quisesse mesmo era passar pano em tudo isso. Optei por deixar o hostel um dia mais cedo do que o desejado, decidida a não colocar mais os pés lá.
Leia mais
Fiquei no hostel na altura do Carnaval, reservei por 7 noites, mas saí dois dias antes porque era complicado dormir, e guardar qualquer comida porque comiam tudo, assim como a limpeza dos banheiros era bem medíocre. O quarto é pequeno, e não tem chave. Não recebi nenhum suporte da equipe, assim como senti-me assediada por alguns funcionários estrangeiros. A parte positiva é a localização e a estrutura da casa, tem área para fumante e espaço para entretenimento.
Leia mais
Anteriores
FAIXA DE PREÇO
US$  16 - US$  28 (Com base nas tarifas médias de quartos standard)
LOCALIZAÇÃO
BrasilEstado de São PauloSão PauloPinheiros
Este é o seu perfil no TripAdvisor?

Você é o proprietário ou o gerente deste estabelecimento? Solicite o seu perfil gratuito para responder a avaliações, atualizar o seu perfil e muito mais.

Solicitar perfil
Perguntas frequentes sobre Hostel Sao Paulo Backpackers
Quais são as atrações conhecidas perto de Hostel Sao Paulo Backpackers?
As atrações próximas incluem Cinesala (a 0,4 km), B Music Bar (a 0,2 km) e Bubu Lounge (a 0,1 km).
Quais são algumas das comodidades oferecidas por Hostel Sao Paulo Backpackers?
wi-fi gratuito, salas de reunião e loja de conveniência são algumas das comodidades preferidas.
Quais são os restaurantes perto de Hostel Sao Paulo Backpackers?
Restaurantes com ótima localização incluem Vinheria Percussi, Dona Vitamina e Frida & Mina.
A equipe de Hostel Sao Paulo Backpackers fala que idiomas?
A equipe fala vários idiomas, incluindo Inglês, Espanhol e Português.
Há locais históricos perto de Hostel Sao Paulo Backpackers?
Muitos viajantes gostam de visitar Mosteiro De São Bento (a 5,7 km), Faculdade de Direito da USP (a 6,3 km) e Igreja Chagas do Seráfico Pai Francisco (a 5,1 km).