O seu navegador não é compatível. O site TripAdvisor poderá não ser exibido corretamente.
Aceitamos os seguintes navegadores:
Windows: Internet Explorer, Mozilla Firefox, Google Chrome. Mac: Safari.
Novo! Encontre e reserve o hotel ideal no TripAdvisor pelo menor preço

3 dias em: Lisboa

Imprimir este guia Criado por Lily Casura
3 dias em: Lisboa
Em uma das mais desconhecidas capitais culturais da Europa, há tanto para fazer em Lisboa que você pode planejar por uma semana e não apenas três dias. Mas em três dias você pode experimentar algumas das opções disponíveis de Lisboa, muitas das quais acabam por serem museus. Lá, há museus direcionados para todo o rico passado marítimo de Lisboa até aos azulejos portugueses decorativos, e muito mais. Quase tudo fica mais acessível ao se comprar o cartão Lisboa, que oferece entradas grátis ou com descontos para dezenas de atividades, incluindo o metrô.
Bom para: Famílias, Grupos, Terceira idade, Indivíduos
Estações do ano: Primavera, Verão, Outono, Inverno
Dia 1
Padrão dos Descobrimentos
Padrão dos Descobrimentos
Taxa: Sim      Duração da visita: <1 hora
Veja os locais mais próximos para comer
Mosteiro dos Jerónimos
Mosteiro dos Jerónimos
     Duração da visita: 2-3 horas
Veja os locais mais próximos para comer
Torre de Belém
Torre de Belém
Taxa: Sim      Duração da visita: 2-3 horas
Veja os locais mais próximos para comer
Museu de Marinha
Museu de Marinha
Taxa: Sim      Duração da visita: 1-2 horas
Veja os locais mais próximos para comer
Dia 2
Museu Nacional dos Coches
Museu Nacional dos Coches
Taxa: Sim      Duração da visita: mais de 3 horas
Veja os locais mais próximos para comer
Centro Cultural de Belém
Centro Cultural de Belém
Taxa: Sim      Duração da visita: 2-3 horas
Veja os locais mais próximos para comer
Museu Calouste Gulbenkian - Coleção Fundador
Museu Calouste Gulbenkian - Coleção Fundador

Calouste Gulbenkian começou a adquirir obras de arte, de modo sistemático, no final do século XIX, continuando a fazê-lo até 1953. A sua coleção inclui objetos de vários períodos e áreas: Arte Egípcia, Arte Greco-romana, Arte Islâmica e do Extremo Oriente e ainda Numismática, Pintura e Artes Decorativas europeias. A frase “only the best is good enough for me” espelha bem os critérios de... Mais

Calouste Gulbenkian começou a adquirir obras de arte, de modo sistemático, no final do século XIX, continuando a fazê-lo até 1953. A sua coleção inclui objetos de vários períodos e áreas: Arte Egípcia, Arte Greco-romana, Arte Islâmica e do Extremo Oriente e ainda Numismática, Pintura e Artes Decorativas europeias. A frase “only the best is good enough for me” espelha bem os critérios de qualidade pelos quais se regia e a relação de afeição que desenvolvia com o objeto. Menos

Taxa: Sim      Duração da visita: 2-3 horas
Veja os locais mais próximos para comer
Museu Calouste Gulbenkian
Museu Calouste Gulbenkian

De mais do que uma maneira, a Coleção Moderna do Museu Calouste Gulbenkian pode ser entendida como tendo início onde a Coleção do Fundador termina. A Fundação foi criada após a morte de Gulbenkian, em 1955, e começou imediatamente a apoiar um vasto leque de atividades, em particular no campo das artes visuais, quer em Portugal quer no estrangeiro, com destaque para o Reino Unido e para... Mais

De mais do que uma maneira, a Coleção Moderna do Museu Calouste Gulbenkian pode ser entendida como tendo início onde a Coleção do Fundador termina. A Fundação foi criada após a morte de Gulbenkian, em 1955, e começou imediatamente a apoiar um vasto leque de atividades, em particular no campo das artes visuais, quer em Portugal quer no estrangeiro, com destaque para o Reino Unido e para a França, onde Gulbenkian vivera, mas também no Médio Oriente, onde fizera a sua fortuna. Ainda antes de existir um teto para as obras de arte da Coleção Moderna, a Fundação incorporava peças que lhe eram oferecidas pelos seus bolseiros, ou a partir da realização de exposições organizadas, ou ainda por recomendação de consultores, especialmente em Londres, através do acordo estabelecido com o British Council. Em 1983, a Fundação inaugurou um novo edifício para albergar as suas diversas atividades no campo da arte contemporânea, e desde essa data começou a adquirir de uma forma mais sistemática arte moderna portuguesa. Deste modo, a Coleção Moderna tem início no final do século XIX, período onde termina a Coleção do Fundador. A Coleção Moderna tem vindo sempre a crescer, através de aquisições ou doações, e conta atualmente com cerca de 10.500 obras, muitas das quais filmes e fotografias, e também desenhos, que raramente podem ser vistos. Com as novas exposições da Coleção, pretendemos mostrar, de forma rotativa, mais obras de arte, inserindo-as num contexto histórico. Desta forma, podemos apresentar a arte moderna portuguesa tanto aos que a não conhecem como àqueles que a conhecem bem. Menos

Taxa: Sim      Duração da visita: 1-2 horas
Veja os locais mais próximos para comer
Dia 3
Casa-Museu Dr. Anastácio Gonçalves
Casa-Museu Dr. Anastácio Gonçalves
Taxa: Sim      Duração da visita: 2-3 horas
Veja os locais mais próximos para comer
Museu Medeiros de Almeida
Museu Medeiros de Almeida
Taxa: Sim      Duração da visita: 2-3 horas
Veja os locais mais próximos para comer
Museu do Chiado
Museu do Chiado
Taxa: Sim      Duração da visita: 2-3 horas
Veja os locais mais próximos para comer
Museu Nacional do Azulejo
Museu Nacional do Azulejo
Taxa: Sim      Duração da visita: 2-3 horas
Veja os locais mais próximos para comer

Observação: Essa informação era precisa quando foi publicada, mas pode ser alterada sem notificação. Confirme todas as tarifas e informações diretamente com as companhias em questão antes de planejar sua viagem.