Museus especializados em City Center

Museus especializados - melhores em City Center (Salvador)

Museus especializados em City Center

Tipos de atrações
Museus
Museus
Pontuação dos viajantes
Bairros
Bom para
4 lugares ordenados por favoritos dos viajantes
  • Atrações classificadas usando dados do Tripadvisor, incluindo avaliações, pontuações, fotos e popularidade.

Nas palavras de outros viajantes

  • Leilianne Pinheiro
    Rio de Janeiro, RJ99 contribuições
    5,0 de 5 círculos
    Sem palavras para descrever a grandiosidade e beleza que é o Mosteiro de São Bento no Pelourinho. O valor cobrado na entrada (R$ 10,00) é muito mais do que justo para se ter acesso a tamanha beleza de local. A visita não está restrita apenas ao altar coberto de ouro, mas também a todo o mosteiro que conta com muitos ambientes para visitação. Tem banheiros limpíssimos de acesso a quem visita, o que para mim faz toda diferença. Recomendo demais a visita ao mosteiro!
    Feita em 25 de abril de 2024
    Esta avaliação representa a opinião subjetiva de um membro da comunidade do Tripadvisor e não da Tripadvisor LLC. O Tripadvisor verifica as avaliações.
  • Diego Borges
    Arcos, MG529 contribuições
    5,0 de 5 círculos
    O museu fica próximo ao elevador Lacerda, paga-se uma taxa para acessar o mesmo, no referido é possível ver uma galeria com todos os bispos de Salvador, restos da antiga basílica demolida, itens antigos de procissão, fotos e muita mobília antiga. Vale a visita!
    Feita em 9 de abril de 2022
    Esta avaliação representa a opinião subjetiva de um membro da comunidade do Tripadvisor e não da Tripadvisor LLC. O Tripadvisor verifica as avaliações.
  • Alcir Santos
    Salvador, BA1.421 contribuições
    5,0 de 5 círculos
    O Museu de Arte Sacra da Universidade Federal da Bahia. Anteriormente, funcionou como convento. Após um tempo abandonado, passou a funcionar como Seminário Arquiepiscopal. Quando o seminário foi transferido para São Gonçalo, o prédio estava em péssimas condições de conservação, praticamente em ruínas. Felizmente, em 1958, graças a um convênio firmado entre a Universidade, à frente o Reitor Edgar Santos, e a Arquidiocese de São Salvador da Bahia, foram iniciadas as obras de restauração pelo Serviço de Obras da Universidade Federal da Bahia, sob a supervisão do Instituo do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. A restauração das obras de arte ficou sob a responsabilidade do Professor João José Rescala. Em 10 de agosto de 1959, por ocasião do IV Colóquio Internacional de Estudos Luso-Brasileiros, foi reinaugurado. Sua administração foi confiada ao historiador beneditino D. Clemente da Silva-Nigra. E assim Salvador ganhou aquele que é, provavelmente, o maior centro de estudos de arte sacra da América Latina, terceiro maior do planeta.
    A história do prédio vem do século XVII. Em 1661, chegaram à Bahia monges portugueses da Ordem dos Carmelitas Descalços. Seguiam para Angola, por ordem do Rei de Portugal, com a missão de fundar um convento. Por falta de embarcação que os levasse ao destino, permaneceram em Salvador por oito meses. À falta de acomodações adequadas, decidiram fundar o Convento de Santa Teresa. Para tanto, pediram e obtiveram uma Carta Régia datada de 25 de junho de 1665. A influência renascentista é patente em seu projeto arquitetônico, motivo de admiração e louvor. Destaquem-se a torre do sino e a fachada de traços maneiristas. Numa área total de 8.000m², dos quais 5.250m² construídos para abrigar igreja, sacristia, coro, capela inferior, refeitório, sala de capítulo e biblioteca. No total, 16 salões, 12 salas, 10 celas, corredores, galerias e duas escadarias de pedra com painéis de azulejos do século XVII nas paredes. Para acesso e ventilação, conta com cem portas e 146 janelas. Foi tombado, em 1938,como patrimônio nacional, pelo IPHAN. Em 1985, a UNESCO o declarou Patrimônio da Humanidade.
    O Museu conta com um acervo de aproximadamente cinco mil peças, algumas raríssimas. Entre as mais importantes estão as obras em marfim de O Bom Pastor, Nossa Senhora da Conceição, Nossa Senhora da Anunciação, e Nossa Senhora com o Menino. Com pinturas executadas por José Joaquim da Rocha e seu discípulo Teófilo de Jesus, o prédio conta belíssimos azulejos representativos dos séculos XVII, XVIII e XIX, sem falar do mobiliário de alta qualidade. O acervo – além de esculturas e pinturas, rica prataria e mobiliário – vem de diversas coleções, de propriedade da Arquidiocese de São Salvador, do Mosteiro de São Bento, da Irmandade do SS. Sacramento do Pilar, do Convento dos Perdões e de diversas igrejas, além da coleção Abelardo Rodrigues.
    Feita em 16 de fevereiro de 2021
    Esta avaliação representa a opinião subjetiva de um membro da comunidade do Tripadvisor e não da Tripadvisor LLC. O Tripadvisor verifica as avaliações.
  • TATIANA D
    Bauru, SP1.317 contribuições
    4,0 de 5 círculos
    Para quem gosta de história e arte sacra é uma visita interessante. Achamos o acervo do museu bem simples, mas bem cuidado. Vale a visita.
    Feita em 21 de dezembro de 2015
    Esta avaliação representa a opinião subjetiva de um membro da comunidade do Tripadvisor e não da Tripadvisor LLC. O Tripadvisor verifica as avaliações.
Todos os hotéis: SalvadorPromoções de hotéis em SalvadorHotéis de última hora em Salvador
Coisas a fazer em Salvador
Viagens de um dia em SalvadorSpas e bem-estar em Salvador
RestaurantesVoosAluguéis de temporadaHistórias de viagemCruzeirosLocação de veículos