O seu navegador não é compatível. O site TripAdvisor poderá não ser exibido corretamente.
Aceitamos os seguintes navegadores:
Windows: Internet Explorer, Mozilla Firefox, Google Chrome. Mac: Safari.
Quer encontrar os menores preços de hotéis? Você está no lugar certo. Conferimos mais de 200 sites para você.
Mapa
Satélite
A atualização do mapa foi interrompida. Aumente o zoom para ver as informações atualizadas.
Redefinir o zoom
Atualizando mapa…
Como chegar
Endereço: Punakha, Punakha, Butão
Número de telefone:
+975178256785
Site

Destaques dos colaboradores do TripAdvisor

Leia todas as 703 avaliações
Pontuações dos visitantes
  • 110
    Excelente
  • 18
    Muito bom
  • 2
    Razoável
  • 0
    Ruim
  • 0
    Horrível
O mais belo dzong

A majestosa vista dessa fortaleza pode proporcionar belas fotos no entroncamento dos rios Pho Chu e Mo Chu. Teve a ultima restauração bem recente. Uma linda ponte dá acesso a... leia mais

5 de 5 círculosAvaliou em 10 de Novembro de 2016
Sergio C
,
Londrina, PR
Adicionar fotos Faça sua avaliação

703 avaliações feitas pela comunidade do TripAdvisor

Pontuação dos viajantes
Tipo de viajante
Época do ano
Idioma
  • Mais
Filtrado por: Português
Londrina, PR
Colaborador nível
103 avaliações
46 avaliações sobre atrações
common_n_attraction_reviews_1bd8 24 votos úteis
5 de 5 círculos Avaliou em 10 de Novembro de 2016

A majestosa vista dessa fortaleza pode proporcionar belas fotos no entroncamento dos rios Pho Chu e Mo Chu. Teve a ultima restauração bem recente. Uma linda ponte dá acesso a fortaleza . Os detalhes em madeira e as cores estao por toda parte.

Útil?
Obrigado, Sergio C
Munique, Alemanha
Colaborador nível
244 avaliações
137 avaliações sobre atrações
common_n_attraction_reviews_1bd8 33 votos úteis
5 de 5 círculos Avaliou em 31 de Outubro de 2016

Punakha Dzong ( "o palácio da grande felicidade") construído no século XVII, entre 1637 e 1638, é uma antiga fortaleza monástica e o centro administrativo do distrito de Punakha, no Butão. Impossível não se encantar e se esquecer das horas. Vá com tempo e coração aberto. Uma viagem para mudar a vida, com certeza. A riqueza da cultura, da arquitetura... Mais 

Útil?
Obrigado, Sonaira
BRAZIL
Colaborador nível
355 avaliações
223 avaliações sobre atrações
common_n_attraction_reviews_1bd8 174 votos úteis
5 de 5 círculos Avaliou em 8 de Janeiro de 2016

Se possível faça os passeios ao redor para outras vistas, dá uma paz incrível. Seja ultra atencioso aos limites de onde pode entrar e fotografar. Veja os monges!

Útil?
Obrigado, AlexandreBorges
São Paulo, São Paulo, Brazil
Colaborador nível
177 avaliações
94 avaliações sobre atrações
common_n_attraction_reviews_1bd8 27 votos úteis
5 de 5 círculos Avaliou em 20 de Setembro de 2015

Local espetacular encravado no meio dos Himalaia. Religiosidade, respeito e espiritualidade se juntam a uma arquitetura deslumbrante. Experiência espiritual para a alma e os olhos.

Útil?
Obrigado, Enrique F
Santos, SP
Colaborador nível
141 avaliações
83 avaliações sobre atrações
common_n_attraction_reviews_1bd8 70 votos úteis
5 de 5 círculos Avaliou em 30 de Abril de 2015 via dispositivo móvel

O maior e mais imponente Dzong do Butão. Vá a Punakha nem que seja somente para visitar esse lugar. Vista maravilhosa. Indispensável.

Útil?
Obrigado, Paulineborba
Campo Grande, MS
Colaborador nível
29 avaliações
14 avaliações sobre atrações
common_n_attraction_reviews_1bd8 20 votos úteis
5 de 5 círculos Avaliou em 18 de Novembro de 2014

Centro religioso a dzong é, na sua outra metade, sede administrativa da localidade. E das que visitei, essa dzong é superlativa! Na confluência de dois rios - a que atribuem ser feminino um e o outro, masculino -, o que faz auspicioso esse local nos termos da tradição butanesa, visita-se tão-somente o monastério. E é isso que faz valer a... Mais 

Útil?
Obrigado, curumim
Lisboa, Portugal
Colaborador nível
36 avaliações
23 avaliações sobre atrações
common_n_attraction_reviews_1bd8 6 votos úteis
5 de 5 círculos Avaliou em 27 de Outubro de 2014

a beleza interior, nem sempre consegue transmitir-se ao comum dos mortais....aqui isso é conseguido...

Útil?
Obrigado, aromoyherrarte
São Paulo, SP
Colaborador nível
47 avaliações
12 avaliações sobre atrações
common_n_attraction_reviews_1bd8 16 votos úteis
5 de 5 círculos Avaliou em 26 de Setembro de 2014

Trata-se de um forte que é utilizado como centro politico e religioso. As visitas podem ser feitas ao interior do forte, porém co m ingresso somente a parte religiosa. Tem que ser visitado!!!

Útil?
Obrigado, Eduardo T
Porto Alegre, RS
Colaborador nível
140 avaliações
87 avaliações sobre atrações
common_n_attraction_reviews_1bd8 36 votos úteis
5 de 5 círculos Avaliou em 30 de Maio de 2014

Construído em 1637 por Shabdrung Ngawang Namgyal, o unificador do Butão, este centro civil e religioso da região de Punakha teve um papel importantíssimo na vida butanesa. É preciso dizer que todos os Dzong (locais de administração das cidades) também têm no seu interior um Templo budista. O nome oficial deste dzong, já traduzido, é: "Palace of Great Hapiness". Imperdível!

Útil?
Obrigado, arquiteca8
Colaborador nível
148 avaliações
41 avaliações sobre atrações
common_n_attraction_reviews_1bd8 69 votos úteis
5 de 5 círculos Avaliou em 26 de Abril de 2014

Lindíssimo, exuberante e imponente. Este dzong, provavelmente o mais bonito do Butão, é o que faz valer a visita à pacata e simples Punakha.

Útil?
Obrigado, Gabrielle S

Os viajantes que viram Punakha Dzong, também viram

 

Já esteve em: Punakha Dzong? Compartilhe suas experiências!

Faça sua avaliação Adicionar fotos

Este é o seu perfil no TripAdvisor?

Você é o proprietário ou o gerente deste estabelecimento? Solicite o seu perfil gratuito para responder a avaliações, atualizar o seu perfil e muito mais.

Solicite o seu perfil

Perguntas e respostas

Dúvidas? Os funcionários e antigos clientes de Punakha Dzong respondem às suas perguntas.
Diretrizes de publicação
Perguntas mais comuns:
  • Preciso comprar ingresso para bebês?
  • Como posso chegar ao estabelecimento usando transporte público?
  • Há algum restaurante ou café no local?