O seu navegador não é compatível. O site TripAdvisor poderá não ser exibido corretamente.Aceitamos os seguintes navegadores:
Windows: Internet Explorer, Mozilla Firefox, Google Chrome. Mac: Safari.

Complexo Industrial Matarazzo

Este estabelecimento é seu?
Av. Conde Matarazzo, s/n, Antonina, Paraná, Brasil
Salvar
Destaques da avaliação
Triste!!!!!

Tem potencial para ser o espaço mais fantástico de Antonina. até quando vão cuidar assim da nossa... leia mais

Avaliou em 9 de Junho de 2017
ap4554
Histórico

Um lugar que poderia ser reformado e abrir para exposições, servir de ponto turístico, com certeza... leia mais

Avaliou em 11 de Novembro de 2016
Rafael M
,
Curitiba, PR
Leia todas as 30 avaliações
Mapa
Satélite
A atualização do mapa foi interrompida. Aumente o zoom para ver as informações atualizadas.
Redefinir o zoom
Atualizando mapa…
Visão geral
  • Excelente0%
  • Muito bom30%
  • Razoável37%
  • Ruim20%
  • Horrível13%
LOCALIZAÇÃO
Av. Conde Matarazzo, s/n, Antonina, Paraná, Brasil
Faça uma avaliação
Avaliações (30)
Pontuação dos viajantes
Tipo de viajante
Época do ano
Idioma

1 a 10 de 30 avaliações

Avaliou 9 de Junho de 2017

Tem potencial para ser o espaço mais fantástico de Antonina. até quando vão cuidar assim da nossa historia??

Obrigado, ap4554
Avaliou 11 de Novembro de 2016

Um lugar que poderia ser reformado e abrir para exposições, servir de ponto turístico, com certeza aumentaria o número de turistas na cidade, consequentemente traria muitos benefícios para a cidade.

1  Obrigado, Rafael M
Avaliou 13 de Agosto de 2016 via dispositivo móvel

O complexo industrial mais importante para a cidade. Pertence ao grupo industrias reunidas matarazzo e por isso a entrada nao é permitida. Foi tombado pelo Iphan recentemente e assim espera-se que esse complexo nao fique mais no estado degradado que esta.

Obrigado, brunna h
Avaliou 10 de Junho de 2016

O local é fechado. Não da pra ver, apenas passar na frente. Gostaria muito de poder visitar pois parece ser muito interessante pelo valor histórico.

Obrigado, Danielli W
Avaliou 22 de Maio de 2016

Local aonde no passado funcionava um porto, está fechado e completamente abandonado. Caminho para a Prainha de Antonina. Não recomendo.

Obrigado, Luiz Cláudio P
Avaliou 20 de Janeiro de 2016

Triste ver tudo abandonado me encanta a arquitetura e tamanho dos prédios espero que façam tombamento e tambem restaurem pois é lindo.

Obrigado, Joana231
Avaliou 14 de Janeiro de 2016 via dispositivo móvel

Tem uma ótima localização, mas infelizmente está abandonado. Que dó. Podiam restaurar e aproveitar o espaço. E ainda ficamos com medo de sermos assaltados. Não recomendo passar a pé em frente.

Obrigado, BilbobarbanaDaniele
Avaliou 7 de Dezembro de 2015

Local fechado, abandonado, ao lado do Porto de Antonina. Teria potencial turístico mas está largado ao tempo.

Obrigado, Luiz P
Avaliou 30 de Novembro de 2015

Para quem é nostálgico ou gosta de prédios antigos a vista é interessante, mas não encontrei acesso ao complexo. Faz parte da história da cidade mas não tem nada para fazer além de passar em frente. Só veja se estiver passando.

Obrigado, psubira
Avaliou 27 de Novembro de 2015

A estrutura é bonita porém não tem como visitar, sem acesso , é totalmente abandonado!!! Com certeza deveria ser reconstruído para ser uma atração turística!!!

Obrigado, val17973
Proximidades
Restaurantes próximos
Restaurante Buganvil
172 avaliações
1,09 km de distância
Restaurante Le Bistrô
137 avaliações
1,09 km de distância
Restaurante Brisa do Mar
57 avaliações
1,21 km de distância
Churrascaria & Lanchonete Horst
5 avaliações
1,13 km de distância
Atrações próximas
Igreja Matriz
184 avaliações
1 km de distância
Setor Histórico
112 avaliações
1,23 km de distância
Baía de Antonina
52 avaliações
1 km de distância
Ruínas do Casarão Macedo
90 avaliações
0,95 km de distância
Perguntas e respostas
Os funcionários de Complexo Industrial Matarazzo e seus antigos clientes respondem rápido às suas perguntas.
Observação: a sua pergunta poderá ser vista por todas as pessoas na página do Perguntas e respostas.
Diretrizes de publicação
Enviar