O seu navegador não é compatível. O site TripAdvisor poderá não ser exibido corretamente.Aceitamos os seguintes navegadores:
Windows: Internet Explorer, Mozilla Firefox, Google Chrome. Mac: Safari.
Aberto hoje: Fechado
Salvar
Compartilhar
Destaques da avaliação
Schaerzlerpalais - Augsburg

O palácio barroco construído entre 1765 e 1770, sobreviveu intacto, é lindíssimo, o salão de baile... leia mais

Publicada em 25 de abril de 2015
APSchreiner
,
São Paulo, SP
Lindo

Um palácio muito bem conservado e extremamente bonito, rico e encantador. Um dos palácios mais... leia mais

Publicada em 31 de março de 2015
Maria Aparecida... D
,
Curitiba, PR
Leia todas as 116 avaliações
102
Todas as fotos (102)
Tela cheia
Certificado de Excelência
Veredicto dos viajantes
  • Excelente49%
  • Muito bom37%
  • Razoável10%
  • Ruim4%
  • Horrível0%
Sobre
Fechado
Horários hoje: Fechado
Ver todos os horários
Previsão do tempo
Fornecido por Weather Underground
°F°C
11°
out
nov
-3°
dez
Contato
Maximilianstrasse 46, 86150 Augsburgo, Baviera, Alemanha
Innenstadt - St. Ulrich-Dom
Site
+49 821 3244102
Ligar
Avaliações (116)
Filtrar avaliações
25 resultados
Pontuação dos viajantes
12
7
5
1
0
Tipo de viajante
Época do ano
IdiomaPortuguês
Mais idiomas
12
7
5
1
0
Veja a opinião dos viajantes:
Filtrarportuguês
Atualizando...
1 a 10 de 25 avaliações
Publicada 16 de janeiro de 2016

Todos os guias indicam o palacete como uma das atrações imperdíveis da cidade. Entretanto, o seu único ponto alto é realmente o belíssimo salão de baile. Não há mais nada de significativo para ver.

1  Obrigado, LuJordaoCarvalho
Publicada 20 de outubro de 2015

Fomos fazer a visita porque vários videos que tinhamos visto sobre a cidade mostravam este palacete e seu belo slão de baile. O salão e é realmente belíssimo, mas o resto do prédio/museu é muito simples. acho que não vale os 7 euros da visita

1  Obrigado, bet0lavenere
Publicada 5 de outubro de 2015

A única sala que vale realmente a visita é o salão de baile. As outras são bem simples e não contém obras de grande expressão. Acho que não valeu o custo do ingresso: 7,00 euros.

Obrigado, KayreneTGLM
Publicada 25 de abril de 2015

O palácio barroco construído entre 1765 e 1770, sobreviveu intacto, é lindíssimo, o salão de baile em estilo rococó é deslumbrante. Conforme se vai andando pelos cômodos pode-se ver os móveis, telas, espelhos, os diferentes pisos, revestimentos de parede, e trabalhos de estuque e pintura...Mais

2  Obrigado, APSchreiner
Publicada 31 de março de 2015

Um palácio muito bem conservado e extremamente bonito, rico e encantador. Um dos palácios mais bonitos que já fui, mesmo não sendo tão conhecido.

Obrigado, Maria Aparecida... D
Publicada 13 de outubro de 2014

Palácio ao lado do hotel onde nos hospedamos. Quando o visitamos estava vazio e tivemos o palácio apenas para nossa apreciação. O salão dourado é ainda mais belo do que o quarto do Residenz de Wurzburg. Além do palácio em si, há obras de artes...Mais

4  Obrigado, Miguel C
Publicada 25 de junho de 2014

A sala barroca é maravilhosa. Vale a visita! A galeria anexa também é muito interessante, muito bom fazer as duas visitas.

Obrigado, Mercia N
Essas avaliações foram traduzidas do inglês automaticamente. Mostrar traduções automáticas?
Publicada 1 de julho de 2018 via dispositivo móvel

Este palácio é algo para ser visto. Do lado de fora você não saberia o que te espera por dentro. Peça o guia de áudio ou guia pessoal para obter todos os detalhes sobre o palácio e os quartos.

Publicada 11 de junho de 2018

Concordo com todas as críticas positivas e não vou mais longe na descrição do museu. Os quartos do palácio foram maravilhosos para ver e bem com curadoria. A Deutsche Barockgalerie (Galeria Barroca Alemã) apresenta obras de arte dos séculos XVII e XVIII. Não há praticamente...nenhuma informação em inglês sobre as pinturas, por isso gostaria de sugerir o guia de áudio para 3 euros e um depósito reembolsável de 10 euros. É um pouco longo, mas também tem algumas explicações engraçadas, como a coleção de mulheres nuas e a reação de Mozart à bela mulher de olhos azuis pintada por Tischbein. Sem isso, você não aprende nada sobre a coleção. A coleção de estado da Baviera com o retrato Durer das pinturas de Fuggers e Holbein tem placas informativas em cada porta em inglês / alemão para ajudar a explicar as pinturas, mas o guia de áudio não é usado, então se isso é tudo o que você quer ver, pule o áudio guia. Claro que não perca o palácio dos espelhos! Vai arrebentar suas meias! Banheiros limpos, muito pequena loja de presentes, caf, adorável pequeno jardim ao ar livre e armários para mochilas e bolsas.Mais

Publicada 16 de abril de 2018

Ligou para ver a coleção de pinturas alemãs, mas também acrescentou as maravilhas da arquitetura do palácio. A seção barroca não é tão interessante quanto as outras obras anteriores, mas alguns excelentes retratos. O Cranach, Holbein e Durer tornam-se uma obrigação para os amantes desses...artistas, especialmente em conjunto com uma visita ao Dom e Street Annes Church, onde mais exemplos desses artistas podem ser vistosMais

Veja mais avaliações
Perto
Hotéis próximosVeja todos os 31 hotéis perto
Steigenberger Hotel Drei Mohren
792 avaliações
0,05 km de distância
City Hotel Ost am Kö
367 avaliações
0,43 km de distância
Hotel Am Rathaus
71 avaliações
0,47 km de distância
Ibis Augsburg Koenigsplatz
558 avaliações
0,6 km de distância
Restaurantes próximosVeja todos os 572 restaurantes perto
Nikos Tavernaki
125 avaliações
0,15 km de distância
Beisser Burger
111 avaliações
0,09 km de distância
maximilian°s
107 avaliações
0,06 km de distância
Mille Miglia
171 avaliações
0,1 km de distância
Atrações próximasVeja todas as 125 atrações perto
Church of St. Ulrich and St. Afra
195 avaliações
0,35 km de distância
Herkulesbrunnen
72 avaliações
0,04 km de distância
Kirche St. Moritz
58 avaliações
0,24 km de distância
Perguntas e respostas
Os funcionários e antigos clientes da empresa respondem rápido a dúvidas sobre Schaezlerpalais.
Observação: a sua pergunta poderá ser vista por todas as pessoas na página do perguntas e respostas.
Enviar
Diretrizes de publicação