Todos os artigos 3 dias perfeitos em Madri

3 dias perfeitos em Madri

Jesse Scott
Por Jesse Scott7 de dez. de 2023 8 minutos de leitura
Turistas caminhando pela Plaza Mayor, em Madri
Plaza Mayor
Imagem: Kristijan Arsov/Unsplash

Há infinitas razões para amar Madri. A cidade oferece uma mistura única de palácios e monumentos históricos e modernos escondidos entre arquiteturas de estilo mudejár e barroco espanhol. O local é repleto de museus, galerias de arte, butiques e festivais de música. E ainda tem a comida. Não conseguimos esquecer as muitas refeições em restaurantes com estrelas Michelin, bem como as tapas tradicionais, como patatas bravas e omeletes espanhóis.

Em um mundo ideal, teríamos meses para explorar a capital espanhola, mas três dias é tempo suficiente para conhecer a cidade de verdade. Confira uma lista de atividades imperdíveis com dicas da comunidade de viajantes.


1º DIA

Polvo em La Malontina, em Madri
La Malontina
Imagem: Management/Tripadvisor

MANHÃ: Explore um parque famoso

Madri é uma cidade animada que conta com mais de 3 milhões de moradores e trânsito intenso, especialmente entre 7h30 e 9h30 (horário de pico). Então, vamos começar essa jornada com tranquilidade no El Retiro, o maior parque da cidade. Distribuído por mais de 140 hectares, ele conta com trilhas tranquilas, o Monumento a Alfonso XII, a árvore mais antiga de Madri (uma conífera mexicana nos arredores do portão Felipe IV do século XVII) e o Palácio de Cristal. Além disso, o Museo Nacional del Prado, o museu de arte mais famoso da Espanha, fica a dois quarteirões a leste do parque. Quando a fome bater, visite o Ramsés, um restaurante chique que serve pratos tradicionais espanhóis em um terraço adorável.

TARDE: Explore museus

Para uma tarde animada, ande algumas quadras a sudoeste do museu do Prado até o Etual Café. Especializado em cafés artesanais, o local tem um cachorro fofo, chamado Oliver, que gosta de se deitar a nossos pés. Na rua lateral, você encontra o restaurante La Malontina aberto para almoço (e jantar). O espaço pequeno e intimista coloca o foco na culinária internacional sofisticada. Experimente as bochechas de porco com molho de cacau e morango (de nada!). Aventure-se ao norte até o centro cultural CentroCentro, que oferece programas de arte, dança e música com grandes sucessos, como Monet e artistas gráficos locais.

Dica dos viajantes: “Na Plaza De Cibeles, o CentroCentro (ou Palacio de Cibeles) era o antigo Palacio de Comunicaciones e Palacio de Telecomunicaciones. Esse edifício foi construído entre 1907 e 1919 e é um ótimo exemplo da arquitetura neoplástica. A vista é incrível durante o dia, mas à noite a iluminação é mágica. Bônus: ele oferece muitas exposições gratuitas.” —@293neilk

EXCURSÕES SOBRE A HISTÓRIA DE MADRI

  • O Essential Madrid Tour é uma aventura de duas horas e meia para Puerto del Sol, Plaza Mayor e Palácio Real, entre outros passeios culturais.
  • A Inquisição Espanhola e Lendas da Velha Madri é uma opção noturna que explora histórias de fantasmas por toda a cidade. Para a excursão de duas horas, conte com um guia contador de histórias fantasiado.

NOITE: Aproveite um jantar e um show

Vamos conhecer o coração de Madri à noite. Jante em um dos restaurantes mais antigos da cidade, Posada de la Villa. Localizado em uma pousada dos anos 1600, ele é conhecido por seus ensopados e cordeiro assado preparados em uma grelha castelhana à lenha. Ande alguns quarteirões ao norte até a praça principal de Madri, a Plaza Mayor, que tem duas torres luxuosas e mais de 270 sacadas românticas. Se você não tiver comido churros suficientes pela manhã, experimente-os no lugar mais famoso da cidade, a Chocolatería San Ginés, alguns minutos ao norte. Termine a noite na Sala Equis. Este antigo cinema adulto foi transformado em um bar moderno e espaço para eventos, com exibições de filmes e shows independentes. Dica: confira o cronograma com antecedência para assistir a um show.

Desvios que valem a pena ser feitos pelo caminho

2º DIA

Piscina em The Edition, Madri
The Edition, Madri
Imagem: Management/Tripadvisor

MANHÃ: Relaxe com luxo

Não há nada melhor do que acordar no The Madrid EDITION, um local elegante com uma escadaria impressionante, uma piscina na cobertura com cabana e um bar elegante no saguão com uma mesa de sinuca deslumbrante. Aproveite o café da manhã no restaurante mexicano Jerónimo, que oferece um amplo bufê e excelentes pratos com tortilhas. De lá, pegue um táxi para o Lázaro Galdiano Museo, no bairro de Castellana. Esta imponente mansão de tijolos coberta por varandas de ferro agora abriga uma coleção de arte homônima com joias, cerâmicas e manuscritos, entre outros tesouros.

Dica dos viajantes: “Passamos algumas horas impressionados com pinturas, joias, móveis e outros artefatos que datam da época visigótica e romana até meados do século XX. É uma coleção maravilhosa exibida em uma antiga casa com lindos tetos pintados. Foi ótimo fugir do movimentado centro da cidade e caminhar pelas ruas largas, parando para tomar um café em uma das atraentes cafeterias, como a de coquetéis e tapas, em frente ao museu.” —@Teabag

TARDE: Compre até cansar

Faça compras para relaxar. Antes de sair de Castellana, visite a padaria Sana Locura, onde tudo é sem glúten (empanadas, buñuelos e baguetes). Depois, vá para o sul até o bairro Salamanca. Como o sofisticado centro comercial e gastronômico de Madri, Salamanca tem lindas ruas cheias de butiques, como Serrano, Claudio Coello e José Ortega y Gasset. Você pode passar um dia inteiro pesquisando marcas de luxo como Louis Vuitton e Prada, bem como lojas locais, como a BDBA (o principal local) e Man 1924, referência em Madri há quase um século.

PASSEIOS PELOS BAIRROS DE MADRI

  • Passear em uma aventura particular da Eco Tuk Tuk já garante metade da diversão. Essa excursão guiada atravessa a cidade parando ou passando por mais de uma dezena de ícones de Madri, como os Jardines de Sabatini e a fonte Cibeles.
  • Para uma viagem de um dia, faça uma excursão por Ávila e Segóvia, duas das cidades mais estimadas da grande Madri. O ingresso inclui a entrada na Basílica de San Vicente, Alcázar de Segóvia e outros locais históricos.

NOITE: Conheça a cidade

Prepare-se para a festa! Caminhe por 15 minutos a oeste de Salamanca ou pegue um táxi (eles estão por toda parte, como você já viu) até o bairro de Malasaña. Com um ambiente visivelmente mais jovem, aqui você encontra os bares mais badalados de Madri. Mas antes de começar a beber, visite o sofisticado restaurante La Tasquita de Enfrente,que oferece cardápios de degustação com ingredientes locais. Nossos lugares favoritos são o amplo Sideral Club, com um porão em forma de caverna e apresentações de DJs, e a Cabreira, que serve tapas e vinho com vista para a Plaza Dos de Mayo.

Desvios que valem a pena ser feitos pelo caminho

3º DIA

Dança flamenca no Corral de la Moreria, Madri
Corral de la Moreria
Imagem: Management/Tripadvisor

MANHÃ: Pesquise mercados locais

Supondo que você não tenha exagerado na sangria, vermute ou cerveja Mahou na última noite, prepare-se para um dia de diversões em Madri. Visite La Latina, o bairro mais antigo de Madri e um tesouro escondido. Passeie pela Plaza de la Paja, uma praça pitoresca com palácio, igreja e jardim secreto, tudo em um só lugar. É um lugar super tranquilo. Se quiser um lanche, vá ao Mercado la Cebada, um dos mercados públicos de Madri (ou seja, sem turistas). Conheça as barracas internas e monte sua refeição com os fornecedores de queijo, frutas e pan con tomate.

EXCURSÕES GASTRONÔMICAS EM MADRI

TARDE: Viva como a realeza

Para caminhar onde reis e rainhas passaram, visite o Palácio Real de Madri, a apenas 10 minutos ao norte. Inaugurado em 1751 e com mais de 3.400 quartos, esta é a residência oficial da família real da Espanha e o maior palácio da Europa. Há excursões disponíveis para você poder admirar a enorme escadaria de entrada, a arte centenária e muito mais. Para encerrar a tarde, volte a La Latina para ver o pôr do sol no Parque de la Cornisa, ao lado da Basílica de San Francisco el Grande.

Dica dos viajantes: “O Palácio Real de Madri na Espanha é imperdível. Além de ser um edifício incrível, ele tem diversos artefatos que conectam a história espanhola, europeia e mundial. O interior é incrivelmente luxuoso e impressionante. Sugiro reservar o ingresso com antecedência para evitar filas.” —@Alexander V

NOITE: Assista a dançarinos de flamenco

Para o último jantar, vá ao restaurante mais popular de La Latina, Juana La Loca, que tem, sem dúvidas, o melhor omelete espanhol da cidade. De lá, assista a um espetáculo de flamenco no Corral de la Morería, um destino para moradores e visitantes. Outra nova opção para o flamenco é o Flamenco de Leones, que fica ao norte de El Retiro. Apenas 70 pessoas são aceitas por show, então reserve seus ingressos com antecedência.

Desvios que valem a pena ser feitos pelo caminho

Saiba antes de chegar lá


De março a maio é o período perfeito, com um clima mais quente de 15 a 20 graus. Mas ainda pode fazer frio à noite, com mínimas em torno de 4 °C, então faça as malas de acordo. O primeiro dos três grandes festivais anuais de Madri, a Fiesta de San Isidro, acontece em maio, com touradas, desfiles, festas e arte pública.



De quinta-feira a sábado é a melhor opção para aproveitar a vida noturna de Madri. Os estabelecimentos podem ter o horário de funcionamento reduzido aos domingos, e os museus geralmente fecham às segundas-feiras.



A maioria das lojas abre das 9h30 às 13h30 e das 17h às 20h. Fora do horário de café da manhã, a maioria dos restaurantes abre para o almoço durante a semana, das 13h às 16h, e das 20h30 às 23h para o jantar. Normalmente, os museus abrem de terça-feira a domingo, das 10h às 20h. Os bares ficam abertos até às 2 ou 3 horas da manhã todos os dias, com alguns bares noturnos indo até as 6 horas da manhã nos fins de semana.



Salamanca: o Hotel Fénix conta com um charme cinco estrelas, incluindo uma escadaria em carpete vermelho, uma cúpula de vidro azul deslumbrante e vistas panorâmicas da Plaza de Colón em quartos selecionados. Entre as opções culinárias disponíveis, estão o famoso restaurante japonês internacional Zuma e o restaurante de terraço La Aduana.

Chueca: a poucos passos de Salamanca, o Only You é uma opção de butique com um bar sofisticado. Cuidado: as margaritas são deliciosamente fortes. Para os hóspedes, há uma máquina de sorvetes gratuita, elevadores com paredes de livros, um amplo bufê de café da manhã e uma decoração sofisticada por toda parte. É sofisticado sem ser pretensioso.

Gran Vía/Plaza Mayor: o Palacio de los Duques é um palácio do século XIX que foi transformado em hotel e fica a uma curta caminhada da Plaza Mayor. O restaurante local Dos Cielos fica em antigos estábulos e conta com paredes de tijolos impressionantes e um cardápio com preço fixo. Entre a Plaza Mayor e El Retiro, The Westin Palace data de 1912 e tem uma cúpula de vidro digna de Instagram.



Transporte público: o Metrô de Madri comemorou seu centésimo aniversário em 2019. Hoje, conta com 13 linhas e mais de 240 estações. Ele funciona sete dias por semana, das 6h às 2h. Várias passagens estão disponíveis para compra nas estações, incluindo opções turísticas, de 10 viagens e de 30 dias. A passagem turística permite viagens ilimitadas de um a sete dias dentro de zonas designadas. Para os ônibus públicos, a EMT (Empresa Municipal de Transportes de Madri) cobre 200 rotas diferentes, conectando todos os cantos da cidade.

De trem: os trens de Cercanías geralmente funcionam das 5h à meia-noite e conectam a cidade aos subúrbios externos. A rede tem aproximadamente 90 estações. É um trem mais rápido do que o metrô, mas o tempo de espera entre os trens pode ser de até 30 minutos.

De bicicleta: Madri tem bicicletas elétricas conhecidas como Bicimad. Com mais de 600 estações por toda a cidade, há mais de 7.500 bicicletas alugáveis. Cadastre-se nas estações e opte pelo acesso anual à rede ou pelo passe de “uso ocasional” de um a cinco dias. As bicicletas custam 2 euros pela primeira hora e 4 euros por cada hora seguinte.

De táxi: mais de 15 mil táxis operam em Madri e estão facilmente disponíveis nas ruas. Se estiverem disponíveis, você vai ver uma luz verde ou a palavra “LIBRE” no topo. Quanto aos números, 1 indica disponibilidade urbana, 2 significa acesso suburbano e 3 são viagens apenas para aeroportos.

De carro: Madri tem um dos trânsitos mais intensos da Europa, com mais de 3 milhões de carros nas ruas. Além de evitar ciclistas, scooters, pedestres e motocicletas que muitas vezes serpenteiam no trânsito, esteja ciente dos baixos limites de velocidade. São 30 quilômetros por hora em ruas de faixa única, que constituem mais de 80% das estradas da cidade.