Todos os artigos 3 dias em Cancún

3 dias em Cancún

Jay Blades
Por Jay Blades4 de ago. de 2023 12 minutos de leitura
Praia com água azul cristalina, pessoas em pé e sentadas na areia e um posto salva-vidas
Playa Delfines. Foto: Tripadvisor

Embora seja um destino badalado, Cancún oferece mais do que uma vida noturna agitada. Além de contar com algumas das melhores praias do Caribe, excelentes para mergulhar com snorkel e cilindro, a cidade é cercada por monumentos incríveis da cultura maia, como as pirâmides de Chichén Itzá. Mas não se preocupe: você não precisa de uma semana inteira para conhecer tudo. Três dias é tempo suficiente para experimentar tudo que a cidade oferece, desde recifes de corais e ruínas maias até mercados locais e casas noturnas.

O itinerário de três dias abaixo mostra como conferir as grandes atrações (Ilha das Mulheres, Chichén Itzá, Coco Bongo) e ainda parar para apreciar muitos tacos e margaritas. Para reduzir o tempo de viagem entre as atividades, elas foram agrupadas por localização, sendo que cada recomendação foi escolhida com base em avaliações e pontuações do Tripadvisor. Assim, você não perde nem um segundo se perguntando: “Este lugar vale a pena?”


1º DIA

Praia de mar azulado com uma grande extensão de areia com alguns sombreiros de palha
Playa Delfines. Foto: Tripadvisor

MANHÃ: uma praia digna de cartões-postais

Não vamos julgar se você quiser passar a primeira manhã relaxando perto da piscina do hotel. Mas se quiser partir para uma aventura, pegue o ônibus R-1 ou R-2 (ou vá de carro) para a Playa Delfines. A apenas 15 minutos do coração da zona hoteleira, é a única praia na área onde dá para apreciar a areia macia e a água azul-turquesa sem ter um edifício à vista. Alerta para quem adora fotos: é lá onde fica a icônica e colorida placa de Cancún.

Lembre-se de que não há restaurantes na praia, embora alguns ambulantes vendam frutas e bebidas. Tome café da manhã antes de ir ou compre algo para beliscar nos mercados Chedraui ou Oxxo, que ficam no caminho.

Se passar muito tempo na areia não for a sua praia (ou caso precise de uma pausa do calor), dirija cinco minutos ao norte até o Museo Maya de Cancún. É pequeno (um ou duas horas bastam para ver tudo), custa um pouco menos de US$ 4 e oferece uma excelente introdução à história e cultura maias.

Dica dos viajantes: “A Zona Arqueológica de San Miguelito, localizada ao lado do museu (e incluída na taxa de entrada), é imperdível. Com a floresta, as ruínas e a atmosfera serena do espaço, você se sente como se tivesse voltado ao passado.” —@Annijatravels

TARDE: faça compras e coma em um mercado mexicano

Você já viu a zona hoteleira. Agora é hora de conhecer os locais de quem mora em Cancún. Dirija, vá de táxi ou pegue o ônibus R-2 no sentido centro até o Mercado 28, uma grande feira de artesanato onde você pode comprar lembrancinhas, como vestidos bordados, camisas mexicanas, peças de cerâmica, joias de prata e bonecas artesanais. Pesquise preços (muitos comerciantes vendem itens semelhantes) e não tenha medo de pechinchar.

Quando quiser descansar um pouco, sente-se para saborear um coquetel de frutos do mar no El Cejas, um pequeno restaurante no meio do mercado. Ou guarde o apetite para a próxima parada: o Mercado 23. Menor e um pouco mais tranquilo do que o Mercado 28, é um dos mercados mais antigos de Cancún e um bom lugar para degustar frutas e queijos regionais. Não perca as tortas e tacos de porco desfiado e cozido lentamente no El Paisano del 23.

OPÇÕES DE EXCURSÃO NO CENTRO DE CANCÚN

  • Fazer um passeio a pé é uma das melhores maneiras de admirar os murais coloridos que cobrem o centro de Cancún. Você aprenderá sobre os artistas e suas técnicas enquanto explora as ruas ao redor do Parque de las Palapas.
  • Se você viaja para comer bem, faça esta excursão de comida de rua, que passa pelo Mercado 23 e por outras barracas de tacos badaladas, como El Polilla. No caminho, você também poderá conferir a arte de rua.
  • Para ver todos os pontos famosos de uma forma simples, faça esta excursão de ônibus guiada. Ela passa pela Avenida Tulum, no centro de Cancún, com paradas no Mercado 28, Playa Delfines (caso você não ainda não tenha visitado), La Isla (confira o 3º dia) e outros pontos.

NOITE: comida de rua e vida noturna do seu jeito

Vá ao Parque de las Palapas (cerca de 10 minutos a pé do Mercado 23) no início da noite. Badalado entre moradores e turistas, o local ganha vida à noite, especialmente nos fins de semana, quando há música ao vivo no palco que fica no centro do parque. Caminhe, sente em um banco para observar as pessoas ou compre mais lembrancinhas: as barracas espalhadas pelo parque vendem de tudo, de bolsas de palha a mantas sarape, passando por peças de cerâmica coloridas de Talavera.

Para jantar, você pode fazer uma refeição com as comidas vendidas nas barracas, como elotes (espigas de milho grelhadas), esquites (milho no pote com queijo, limão e pimenta), churros e marquesitas (crepes crocantes recheados com queijo Edam). Ou você pode caminhar 10 minutos até a Taqueria Coapenitos para saborear alguns dos melhores tacos da cidade. Os aventureiros precisam experimentar os sabores de tripas e língua, mas algumas opções certeiras são suadero (bife) e al pastor (porco temperado com abacaxi). E as margaritas também são deliciosas.

Depois do jantar, continue a curtir noite adentro. A alguns quarteirões ao sul da Taqueria Coapenitos, você encontrará diversos restaurantes e bares de todos os tipos, como um lounge no terraço (Mumma), uma taberna “secreta” (Sigfrido) e um bar de vinhos aconchegante (El Rincon del Vino).

Desvios que valem a pena ser feitos pelo caminho

2º DIA

Tartaruga-marinha nadando com mergulhadores ao fundo
Excursão de mergulho com snorkel 5 em 1 em Cancún. Foto: Tripadvisor

MANHÃ: conheça o fundo do mar

Com águas cristalinas tranquilas e recifes de corais vibrantes, Cancún é o paraíso dos praticantes de mergulho com snorkel. A excursão 5 em 1 da Total Snorkel é ótima para iniciantes: a operadora busca você no hotel, fornece os itens básicos e mostra cinco pontos de mergulho. Você poderá nadar em um recife de corais, ver esculturas no Museo Subacuático de Arte, remar ao lado de tartarugas-marinhas, explorar um navio naufragado e até mergulhar em um cenote (piscina natural). O passeio todo leva cerca de três horas e meia, então é possível fazê-lo pela manhã.

TARDE: vá de balsa para uma ilha tropical

Em vez de voltar ao hotel após a excursão de mergulho, pegue a balsa de Puerto Juarez até a Isla Mujeres, uma pequena ilha de 8 km na costa de Cancún. Os barcos saem a cada meia hora e chegam lá em cerca de 15 minutos.

Ao chegar, caminhe direto para o Ocean’s Isla, sente-se em uma mesa na calçada e peça duas margaritas pelo preço de uma, além de fajitas ou camarão ao coco. Depois, volte para Playa Norte, onde você encontra vários lugares para alugar cadeiras e guarda-sol, ou pode curtir a água rasa.

Se preferir mais atividade, alugue um carrinho de golfe na Golf Carts Indios e explore outras partes da ilha, como o mirante Punta Sur (que tem vistas épicas), a cooperativa Women’s Beading Co-op (onde é possível comprar joias e artesanatos feitos por artesãs locais) e a Capilla de Guadalupe (uma capela à beira-mar).

OPÇÕES DE EXCURSÃO PARA ISLA MUJERES

  • É claro que você pode pegar a balsa como todo mundo. Mas também pode reservar este belo passeio de catamarã, que inclui almoço, open bar e equipamento de snorkel. Você ainda terá tempo para explorar a Isla Mujeres, mas a diversão começa antes de chegar lá.
  • Já pode tirar “nadar com tubarões-baleia” da sua lista de desejos. Durante o verão, centenas dessas delicadas criaturas se alimentam de peixes e plâncton ao norte da ilha. Esta aventura com tubarões-baleia leva você aos melhores pontos de observação e oferece equipamento de mergulho com snorkel, comida e bebidas não alcoólicas. Observação: você pode optar por partir da Isla Mujeres ou do seu hotel em Cancún (o passeio oferece traslado).
  • Se preferir ficar em terra firme, experimente diversas comidas e bebidas pela ilha. Este tour dos bares em um carrinho de golfe leva grupos pequenos a lugares menos conhecidos e inclui amostras de cervejas especiais e destilados locais, como mezcal.

NOITE: jantar com lagosta ao pôr do sol e festa extravagante

Fique para conferir o pôr do sol (que fica especialmente lindo na Playa Norte). Ou então volte para o continente e visite o Lorenzillo’s, um restaurante badalado na lagoa (também um ótimo ponto para observar o pôr do sol). A lagosta é o carro-chefe da casa, mas a comunidade do Tripadvisor também fala muito bem das ostras Rockefeller, da guarnição de salada Caesar e do filé mignon. Se tiver sorte, pode até receber uma visita do Lorenzo, o crocodilo da lagoa.

Quando terminar o jantar, a vida noturna de Cancún estará despertando. Divirta-se na Coco Bongo, uma boate com shows ao nível de Las Vegas que vão desde acrobacias de Mad Max até um tributo ao Queen. Os ingressos não são baratos (a partir de US$ 113 por pessoa), mas incluem open bar. Se não quiser passar a noite toda em pé, compre um ingresso Gold Member ou Front Row. Os dois incluem assentos reservados, bebidas alcoólicas de alto nível e vistas melhores.

Dica dos viajantes: “Não há palavras para descrever o fascínio que sentimos ao assistir ao show [no Coco Bongo]. É surpreendente e faz você se sentir como uma criança de novo. Mal posso esperar para voltar. Dicas: compre ingressos VIP, use sapatos confortáveis e chegue cedo.” —@Jodi B

Desvios que valem a pena ser feitos pelo caminho

3º DIA

Vista aérea de pessoas nadando em um cenote e cipós da vegetação ao redor em cascata
Cenote Ik Kil. Foto: Tripadvisor

MANHÃ: viagem de um dia a uma das sete maravilhas do mundo

Se você alugou um carro, pegue a estrada cedo para fazer uma viagem de duas horas e meia até Chichén Itzá, uma antiga cidade maia a oeste de Cancún. Sem carro? Você também pode pegar o ônibus da ADO saindo do centro da cidade (às 8h45 todos os dias) ou reservar uma excursão de dia inteiro que abrange Chichén Itzá e outros locais por perto.

Planeje passar cerca de três horas explorando as ruínas, que incluem a famosa pirâmide El Castillo, um cenote sagrado, vários templos e a quadra onde um esporte cerimonial era praticado. Você pode conhecer o local por conta própria, mas é muito interessante ter alguém explicando o que você está vendo. Se você não reservar uma excursão com antecedência, há muitos guias para contratar no local (converse com alguns para ter uma noção da experiência e das habilidades linguísticas de cada um).

Dica dos viajantes: “Uma experiência incrível. Chegue cedo porque o calor é intenso e você consegue fugir das multidões dos ônibus de turismo que chegam mais tarde. O local abre às 8h e já fica movimentado. Recomendo contratar um guia para conhecer melhor a área. Pechinche para conseguir o melhor preço para o guia e itens que quiser comprar. Leve muita água, protetor solar e um guarda-sol.” —@Justin B

OPÇÕES DE EXCURSÃO EM CHICHÉN ITZÁ

  • Esta excursão de acesso antecipado é uma opção para quem acorda cedo: ela leva você a Chichén Itzá antes das multidões (e do calor) chegarem. Inclui almoço, mergulho em um cenote e degustação de tequila.
  • É fã de história? Conheça outra antiga região maia, a cidade de Cobá, nesta viagem guiada de um dia, que também faz paradas em Chichén Itzá e no Cenote Ik Kil.
  • Se estiver em busca de uma opção mais acessível, este passeio autoguiado permite que você conheça Chichén Itzá no seu próprio ritmo, mas com muitas informações úteis a seu dispor.

TARDE: faça uma parada em um pueblo mágico e mergulhe em um cenote

Dirija ou entre em um ônibus da ADO até Valladolid para almoçar um pouco mais tarde. A cerca de 40 minutos de Chichén Itzá, essa charmosa cidade é um dos pueblos mágicos mexicanos, ou “cidades mágicas” (título dado pelo governo a algumas vilas por suas belezas, tradições ou folclore). É um desvio que vale a pena, repleto de construções coloridas em estilo espanhol, lojas e cafés fofos, e museus fascinantes.

No IX CAT IK, experimente pratos tradicionais da culinária maia, como sopa de limão e cochinita pibil (carne de porco assada lentamente), enquanto aprende sobre os temperos e técnicas de cada um (os atendentes experientes estão prontos para esclarecer suas dúvidas sobre o cardápio). Depois, caminhe na direção oeste até o Convento de San Bernardino de Siena, fazendo uma parada no Parque Principal de Valladolid e cruzando a Calle de los Frailes, a rua mais bonita da cidade.

Se estiver de carro, pare em um cenote antes de sair da região (tanto o Cenote Palomitas quanto o Cenote Maya Park têm pontuações altas em avaliações do Tripadvisor). Nadar em uma dessas piscinas naturais é uma atividade imperdível em Yucatán.

NOITE: compras noturnas e vista panorâmica

De volta à zona hoteleira, visite o La Isla, um shopping a céu aberto na área da lagoa. Mas esse não é um shopping típico: o complexo inclui um aquário, um cinema, uma roda-gigante e até um canal. Explore as marcas de luxo (como Tiffany’s e Prada), compre lembrancinhas de última hora em uma das lojas de suvenir e dê uma volta na El Sol de Cancun (a atração fica especialmente mágica ao pôr do sol, mas ela também se ilumina à noite).

Há muitas opções para o jantar. Gostamos do Taco y Tequila (ótimas margaritas, tacos e churros), mas se você não aguentar mais comer tacos, o Thai serve pratos tradicionais em cabanas românticas com vista para a lagoa.

Está com energia para conhecer mais um lugar em Cancún? Pegue um táxi para o Mandala Cancun (uma boate divertida com noites temáticas, como Mardi Gras às segundas-feiras) e curta ao máximo sua última noite na cidade.

Desvios que valem a pena ser feitos pelo caminho

Saiba antes de chegar lá


Cancún fica no auge entre dezembro e abril, quando a temperatura está confortavelmente quente, o clima perfeito para quem quer fugir do frio de outros lugares. É claro que também é o período mais movimentado da cidade (especialmente em março, quando turistas das férias de primavera começam a aparecer). Se quiser encontrar menos aglomerações e preços mais baratos, os meses de baixa temporada (abril, maio, outubro e novembro) são boas opções. O verão e o outono também são boas épocas, mas prepare-se para mais dias de chuva, umidade alta e algas fedorentas na praia.



Como Cancún é um destino turístico badalado, a maioria das atrações fica aberta todos os dias da semana. Mas algumas fecham às segundas-feiras, então verifique antes de ir. No meio da semana, é possível que você encontre menos pessoas no aeroporto e em alguns outros pontos, mas boates e restaurantes, especialmente na zona hoteleira, tendem a ficar cheios a semana inteira.



Os horários dos museus e outras atrações variam, embora a maioria fique aberta entre 9h e 17h. Os mercados abrem por volta das 8h ou 9h e fecham às 19h.

Os restaurantes na zona hoteleira costumam ficar abertos o dia todo até tarde (23h ou meia-noite), mas alguns lugares no centro da cidade têm horários um pouco mais limitados. Em geral, os locais que servem café da manhã e almoço fecham por volta das 20h, enquanto os restaurantes que servem almoço e jantar não costumam abrir antes de 13h ou 14h, mas funcionam até meia-noite.

A maioria das casas noturnas abre por volta das 20h30 ou 21h, mas a festa só começa de verdade às 23h e segue com tudo até as 3h.



Zona hoteleira (Zona Hotelera): é lá que a maioria dos viajantes se hospeda, já que conta com a maior seleção de hotéis e resorts em Cancún. O Live Aqua Beach Resort é um dos favoritos da comunidade do Tripadvisor por conta da equipe, dos quartos impecáveis e do clima de hotel-butique. Se você não quiser um hotel com tudo incluído, o Casa Tortugas é menor, mais tranquilo e familiar, com charmosos toques mexicanos e vista para a lagoa.

Centro (El Centro): o centro da cidade é onde a maioria dos moradores vive, mas também há alguns hotéis e albergues econômicos na área. Você não ficará à beira-mar, mas estará a uma curta distância de ótimos mercados e comidas de rua. Além disso, a zona hoteleira fica a apenas uma viagem de ônibus rápida. O badalado Nomads Hostel tem quartos privativos e acomodações típicas em estilo dormitório, além de uma piscina no terraço e um bar, cafeteria e cozinha comunitária.

Playa Mujeres: Playa Mujeres fica a apenas 15 minutos ao norte do centro de Cancún (45 minutos do aeroporto), mas a região é muito mais tranquila e isolada do que a zona hoteleira. Lá, você encontra ótimas opções de hotéis com tudo incluído, como o Excellence Playa Mujeres (um luxo!) e o Atelier Playa Mujeres (um pouco menos luxuoso).

Puerto Morelos: Ao sul de Cancún, um trecho repleto de resorts perto da pequena vila de pescadores de Puerto Morelos oferece uma atmosfera de área remota e praias menos desenvolvidas, com o bônus de estar mais perto do aeroporto. Situado ao lado de um manguezal, o Waldorf Astoria é um dos melhores (e mais luxuosos) da categoria: todos os quartos contam com vista para o mar, varanda particular e banheira de hidromassagem ao ar livre.



Transporte público: com o sistema público de ônibus, fica muito fácil passear por Cancún sem um carro. Os ônibus R-1 e R-2 funcionam regularmente entre o centro da cidade e a zona hoteleira e custam apenas 12 pesos por viagem (menos de US$ 1), que você pode pagar no próprio ônibus.

Se for sair de Cancún, o ônibus da ADO também tem preços razoáveis e é fácil de acessar.

Bicicleta: Cancún não tem um sistema de compartilhamento de bicicletas, mas você pode alugar uma no centro e na zona hoteleira em lojas como Bike & Go e Bike Rental Energy of the World. Muitos hotéis também emprestam bicicletas. O centro da cidade não é ideal para ciclismo, mas o Boulevard Kukulcan, que vai do centro até a zona hoteleira, conta com uma ciclovia e pista de corrida separada.

Táxi: existem muitos táxis na cidade, mas costumam ser caros. Solicite uma tabela de preços e negocie um valor antes da corrida. Se você pedir um na rua, certifique-se de que é legítimo (o carro precisa ser branco com linhas verdes, contar com um número de identificação na lateral e ter duas placas, uma na frente e outra na traseira).

Carro: não é necessário ter carro para se locomover por Cancún, mas dirigir é melhor se você quiser explorar as praias e cidades vizinhas (ou se hospedar nos arredores de Cancún). No aeroporto, você encontra todas as principais empresas de locação de veículos (Enterprise, Hertz, Alamo).

Traslados do aeroporto: o Aeroporto Internacional de Cancún fica a quase 27 km da zona hoteleira. Para táxis, faça uma reserva com antecedência para garantir a melhor tarifa (de US$ 24 a US$ 33, dependendo do destino). Existem também traslados compartilhados, ou você pode pegar o ônibus da ADO para o centro de Cancún. Os motoristas da Uber não têm autorização para pegar passageiros no aeroporto, mas podem deixá-los lá.