Todos os artigos Um guia para conhecer os famosos banhos turcos

Um guia para conhecer os famosos banhos turcos

O que esperar desta antiga tradição.

Stacey Lastoe
Por Stacey Lastoe2 de ago. de 2023 3 minutos de leitura
Sauna Kilic Ali Pasa em Istambul, Turquia
Sauna Kilic Ali Pasa em Istambul
Imagem: Cengiz Karliova

Quase imediatamente depois que reservei uma viagem para Istambul no verão passado, comecei a pesquisar sobre os banhos turcos. Uma coisa que eu queria muito fazer ao explorar essa cidade mediterrânea era visitar uma tradicional sauna turca.

Descendente de rituais de banho romanos e bizantinos, o banho turco data do século XIV. E muitas saunas em Istambul, incluindo a Kilic Ali Pasa, de 440 anos, e a Çinili Hamam, de 380 anos (reaberto no último trimestre de 2023 após uma reforma de 12 anos), mantêm sua grandiosidade e caráter histórico.

De acordo com alguns relatos, o banho turco começou por uma necessidade: as saunas costumavam ser construídas ao lado de mesquitas para que os fiéis pudessem se lavar antes de rezar. Mas esses locais também são pontos de encontro, disse Yavuz Suyolcu, diretor de projeto do The Marmara Group, que está cuidando da restauração da Çinili. Ele explicou que essa cultura turca do banho se desenvolveu graças aos otomanos, que a consideravam parte central da vida social.

Chi, The Spa no Shangri-La Bosphorus em Istambul, Turquia
Chi, The Spa no Shangri-La Bosphorus em Istambul
Imagem: Management/Tripadvisor

Nos dias de hoje, uma visita a uma sauna turca é um momento para fugir do estresse cotidiano, disse Selma Yildirim, diretora do luxuoso Chi, The Spa no hotel Shangri-La Bosphorus. Entre o som suave da água borbulhando, o cheiro fresco do sabão e o fato de que, nesse curto período de tempo, você não precisa fazer nada além de sucumbir ao ritual de limpeza, não é difícil entrar em modo de relaxamento total.

É uma experiência agradável e, como descobri ao visitar minha primeira sauna em Istambul, nada intimidante, inclusive para quem está começando. Saber o que esperar, no entanto, pode ajudar bastante você a aproveitar o banho ao máximo.

O que esperar de um banho turco

Não importa onde você tenha essa experiência (no spa do seu hotel, em um local com horários separados para homens e mulheres ou em uma casa de banho como a Çinili, que tem espaços distintos em vez de horários para cada gênero), os banhos geralmente seguem a mesma ordem de etapas.

Depois de entrar na suntuosa Kilic Ali Pasa, fui recepcionada com um pequeno copo de suco, direcionada a um vestiário, orientada a ficar apenas com a parte de baixo da minha roupa de banho e fornecida com uma toalha felpuda para enrolar no corpo enquanto esperava minha vez de entrar na área de banho.

Quando já estava dentro do imaculado espaço de mármore, uma funcionária me instruiu a tirar a toalha e derramar a água diretamente sobre minha cabeça. Embora eu nunca tenha conseguido andar pelada no vestiário feminino da academia, não me senti muito envergonhada ao deixar tudo (ou quase tudo) à mostra na frente de pessoas estranhas.

Área de banho na sauna Kilic Ali Pasa, em Istambul
Área de banho na sauna Kilic Ali Pasa, em Istambul
Imagem: Cengiz Karliova

Depois de estar devidamente limpa, fui levada pela mão a um bloco grande e circular de mármore aquecido, onde fiquei por cerca de 15 minutos para relaxar os músculos. Suyolcu referiu-se a esta área como a “pedra do ventre” e explicou que seu objetivo é preparar a pele para a esfoliação. A pedra quente, junto com a atmosfera úmida da sauna, deixe a pela mais macia, facilitando o escorrimento das células mortas e a limpeza, disse Yildirim.

Quando saí da pedra e fui para a área de banho, eu já estava praticamente derretendo nas mãos da minha muito competente massagista. Foi difícil pensar em outra coisa além da sensação maravilhosa de ter meus braços, pernas e pés esfoliados, minha cabeça e cabelo suavemente massageados e minha pele lavada até ficar totalmente limpa. Nem me senti constrangida ao ficar em pé com as mãos encostadas na parede para que minhas costas fossem lavadas. A essa altura, eu estava praticamente em um transe.

Quando acabou, fui convidada a relaxar no lounge, onde notei diversos grupos de mulheres (várias idades, culturas diferentes, moradoras e turistas) envolvidas em toalhas idênticas e com a mesma expressão satisfeita. Embora o ambiente parecido com um templo da sauna não fosse exatamente propício a conversas, havia uma sensação de harmonia geral, particularmente libertadora. No coração da agitada Istambul, onde muitas pessoas lotam calçadas e pontes, o banho turco é algo especialmente precioso: a melhor maneira de escapar de tudo isso.

Mais dicas para iniciantes:

  • Se acha que uma experiência de banho comunal não é ideal para você, saiba que alguns locais, como a Çinili e o Chi, The Spa do Shangri-La Bosphorus, também oferecem experiências de banho privadas. No Chi, escolha o pacote “Your Wellness Journey” para ter uma experiência de banho turco, meditação e muito mais na privacidade da sua suíte de spa.
  • Para apreciar o banho por completo, reserve tempo suficiente para relaxar depois de lavarem você da cabeça aos pés. O agito da cidade pode esperar um pouco.
  • Você pode gastar de US$ 40 a US$ 100 em um banho turco. Muitas das saunas de Istambul também oferecem serviços complementares, incluindo tratamentos faciais, massagens e aromaterapia, que normalmente são cobrados à parte.
  • É bom dar gorjeta a quem atender você. Inclusive, algumas saunas, como a Kilic Ali Pasa, oferecem envelopes para você inserir a gorjeta enquanto paga a conta ao final da experiência.

Comece a planejar