O seu navegador não é compatível. O site TripAdvisor poderá não ser exibido corretamente.
Aceitamos os seguintes navegadores:
Windows: Internet Explorer, Mozilla Firefox, Google Chrome. Mac: Safari.

Palácio Rio Negro

N.º 23 de 113 o que fazer em Manaus
Certificado de Excelência
Aprimore este perfil
Mapa
Satélite
A atualização do mapa foi interrompida. Aumente o zoom para ver as informações atualizadas.
Redefinir o zoom
Atualizando mapa…
Os filtros ainda estão ativos.
Não há pinos nesta área do mapa. Mova o mapa ou altere os filtros.
Como chegar
Endereço: Avenida Sete de Setembro 1546, Manaus, Amazonas (Estado), Brasil

Destaques dos colaboradores do TripAdvisor

Leia todas as 228 avaliações
Pontuações dos visitantes
  • 100
    Excelente
  • 95
    Muito bom
  • 26
    Razoável
  • 4
    Ruim
  • 3
    Horrível
Centro Cultural Palacio Rio Negro

Bem centralizado, construção antiga mas bem conservada. Funciona de 3a.a 6a.feira das 10hs as 16horas. Conta com exposições temporárias. Mobiliário no estilo imperial, peças de... leia mais

5 de 5 estrelasAvaliou em 25 de Maio de 2015
solangeperrut
,
Florianópolis, SC
Adicionar fotos Faça sua avaliação

228 avaliações feitas pela comunidade do TripAdvisor

Data | Pontuação
  • Alemão primeiro
  • Espanhol primeiro
  • Holandês primeiro
  • Inglês primeiro
  • Italiano primeiro
  • Português primeiro
  • Russo primeiro
  • Turco em primeiro
  • Qualquer
  • Avaliações recentes em português
Português primeiro
Florianópolis, SC
Colaborador Mestre
56 avaliações 56 avaliações
45 avaliações sobre atrações
16 votos úteis 16 votos úteis
5 de 5 estrelas Avaliou em 25 de Maio de 2015 NOVO

Bem centralizado, construção antiga mas bem conservada. Funciona de 3a.a 6a.feira das 10hs as 16horas. Conta com exposições temporárias. Mobiliário no estilo imperial, peças de estilo oriental e cristaleira no estilo art-nouveau. Vale a pena a visita

Esta avaliação foi útil? Sim
Manaus, AM
Colaborador Avançado
28 avaliações 28 avaliações
15 avaliações sobre atrações
1 voto útil 1 voto útil
4 de 5 estrelas Avaliou em 13 de Maio de 2015

Foi A partir de novembro 2000, o Palácio passou a servir de polo para outros espaços culturais, agregando ao seu redor o Museu-Biblioteca da Imagem e do Som do Amazonas, o Museu de Numismática Bernardo Ramos, a Pinacoteca do Estado, o Cine-Teatro Guarany e o Espaço de Referência Cultural do Amazonas, todos funcionando com regularidade e de forma integrada. So... Mais 

Esta avaliação foi útil? Sim
Manaus, AM
Colaborador Mestre
151 avaliações 151 avaliações
42 avaliações sobre atrações
43 votos úteis 43 votos úteis
5 de 5 estrelas Avaliou em 12 de Maio de 2015

Rio Negro,majestoso!Nos remete ao período histórico,de riqueza da capital.O jardim ao fundo é uma atração maravilhosa!Já serviu de residência e sede do governo.Pura cultura!

Esta avaliação foi útil? Sim
Goiânia, GO
Colaborador Mestre
139 avaliações 139 avaliações
89 avaliações sobre atrações
75 votos úteis 75 votos úteis
4 de 5 estrelas Avaliou em 11 de Maio de 2015

Local bem preservado, possui interessantes móveis de época e um pouco da história do Amazonas, com visita guiada e gratuito. O jardim ao fundo é uma atração à parte.

Esta avaliação foi útil? Sim
Manaus, AM
Colaborador Avançado
21 avaliações 21 avaliações
18 avaliações sobre atrações
2 votos úteis 2 votos úteis
5 de 5 estrelas Avaliou em 11 de Maio de 2015

Gostei muito, é pura história. Um passeio calmo, e diferente. Fui com meu filho e outras crianças, e eles gostaram também, surpreendentemente. Você visita a casa, e os móveis antigos, e fica imaginando como era antigamente. Muito legal

Esta avaliação foi útil? Sim
Manaus, AM
Colaborador Mestre
72 avaliações 72 avaliações
47 avaliações sobre atrações
11 votos úteis 11 votos úteis
5 de 5 estrelas Avaliou em 6 de Maio de 2015

Sua visita remete ao período histórico de ascensão econômica da capital amazonense, lugar que serviu de residência e de sede do governo.

Esta avaliação foi útil? Sim
Balneário Camboriú, SC
Colaborador Mestre
268 avaliações 268 avaliações
88 avaliações sobre atrações
112 votos úteis 112 votos úteis
5 de 5 estrelas Avaliou em 4 de Maio de 2015

Palácio gigantesco, e restaurado, do tempo áureo da borracha, onde, segundo a história, residiu um dos coronéis da borracha, que o construiu nos moldes europeus.

Esta avaliação foi útil? Sim
Manaus, AM
Colaborador Intermediário
18 avaliações 18 avaliações
12 avaliações sobre atrações
2 votos úteis 2 votos úteis
4 de 5 estrelas Avaliou em 28 de Abril de 2015

mostra nada mais que a estrutura na época colonial em Manaus, bom para ir com a familia ou grupo de estudo.

Esta avaliação foi útil? Sim
Colaborador
5 avaliações 5 avaliações
4 avaliações sobre atrações
2 de 5 estrelas Avaliou em 22 de Abril de 2015

Problema comum no Brasil, nos feriados os pontos turísticos, como museus ficam fechados. É uma pena.

Esta avaliação foi útil? Sim
S.Paulo
Colaborador Avançado
42 avaliações 42 avaliações
16 avaliações sobre atrações
19 votos úteis 19 votos úteis
5 de 5 estrelas Avaliou em 21 de Abril de 2015

Essa propriedade foi restaurada e mostra com detalhes como era a vida de um rico comerciante de borracha no século passado, quando o quilo da borracha chegava a custar o preço do ouro na Europa. Com as plantações de seringais na Malásia, esses comerciantes faliram e toda a pompa de então foi abandonada, restando casas e o famoso Teatro como... Mais 

Esta avaliação foi útil? Sim

Os viajantes que viram Palácio Rio Negro, também viram

 

Já esteve em Palácio Rio Negro? Compartilhe suas experiências!

Proprietários: qual é o seu lado da história?

Cadastre-se agora mesmo. É grátis! Receba notificações automáticas sobre novas avaliações, responda aos comentários dos viajantes, carregue fotos para o perfil do seu estabelecimento e muito mais.

Gerenciar seu perfil

Perguntas e respostas

Dúvidas? Os funcionários e antigos clientes de Palácio Rio Negro respondem às suas perguntas.
Diretrizes de publicação
Perguntas mais comuns:
  • Preciso comprar ingresso para bebês?
  • Como posso chegar ao estabelecimento usando transporte público?
  • Há algum restaurante ou café no local?