O seu navegador não é compatível. O site TripAdvisor poderá não ser exibido corretamente.
Aceitamos os seguintes navegadores:
Windows: Internet Explorer, Mozilla Firefox, Google Chrome. Mac: Safari.

Berlin Wall Museum (Museum Haus am Checkpoint Charlie)

Aprimore este perfil
Mapa
Satélite
A atualização do mapa foi interrompida. Aumente o zoom para ver as informações atualizadas.
Redefinir o zoom
Atualizando mapa…
Os filtros ainda estão ativos.
Não há pinos nesta área do mapa. Mova o mapa ou altere os filtros.
Bairros
Bairros
Como chegar
Endereço: Friedrichstrasse 43-45, 10969 Berlim, Alemanha
Número de telefone: 030 25 37 250
Site
Hoje
9:00 am - 10:00 pm
Aberto agora
Ver todos os horários
Horas:
Dom - Sáb 9:00 am - 10:00 pm
Duração recomendada da visita: 2-3 horas
Taxa: Sim
Reserve com antecedência na Viator
A partir de
$ 87*

Destaques dos colaboradores do TripAdvisor

Leia todas as 1.082 avaliações
Pontuações dos visitantes
  • 232
    Excelente
  • 339
    Muito bom
  • 249
    Razoável
  • 165
    Ruim
  • 97
    Horrível
Avaliação mais recente
Há lugares melhores para explorar a Guerra Fria

O museu perto do Checkpoint Charlie, o posto militar em frente à passagem que unia Berlim oriental e ocidental na época da Guerra Fria, é uma armadilha para turistas: a área... leia mais

3 de 5 estrelasAvaliou em 20 de Março de 2015
Gustavo D
Adicionar fotos Faça sua avaliação

1.082 avaliações feitas pela comunidade do TripAdvisor

Data | Pontuação
  • Alemão primeiro
  • Chinês (simplificado) primeiro
  • Dinamarquês em primeiro
  • Espanhol primeiro
  • Finlandês primeiro
  • Francês primeiro
  • Holandês primeiro
  • Indonésio primeiro
  • Inglês primeiro
  • Italiano primeiro
  • Japonês primeiro
  • Norueguês em primeiro
  • Polonês em primeiro
  • Português primeiro
  • Russo primeiro
  • Sueco primeiro
  • Turco em primeiro
  • Qualquer
  • Avaliações recentes em português
Português primeiro
Colaborador Mestre
82 avaliações 82 avaliações
37 avaliações sobre atrações
47 votos úteis 47 votos úteis
3 de 5 estrelas Avaliou em 20 de Março de 2015

O museu perto do Checkpoint Charlie, o posto militar em frente à passagem que unia Berlim oriental e ocidental na época da Guerra Fria, é uma armadilha para turistas: a área interna parece não comportar ao mesmo tempo as centenas de visitantes e o acervo que lembra a divisão da cidade. Assim, entre nele como se entrar em uma loja... Mais 

Esta avaliação foi útil? Sim
Porto, Portugal
Colaborador Intermediário
14 avaliações 14 avaliações
11 avaliações sobre atrações
15 votos úteis 15 votos úteis
3 de 5 estrelas Avaliou em 5 de Março de 2015

O título diz tudo. Tem que se ir lá, o checkpoint Charlie faz parte da história da humanidade. Mas não sobrou quase nada do ambiente original. Tem lá a casa dos guardas e umas réplicas de soldados, sempre com algum turista a tirar fotografias. E tem o "museu" que é basicamente um amontoado de objetos. Os objectos são muitos e... Mais 

Esta avaliação foi útil? Sim
Colaborador Mestre
186 avaliações 186 avaliações
139 avaliações sobre atrações
48 votos úteis 48 votos úteis
5 de 5 estrelas Avaliou em 23 de Dezembro de 2014

Achei super interessante e se não fosse a fome passaria muitas e muitas horas aprendendo sobre as tentativas de fuga do pessoal da Alemanha socialista para a capitalista. Mas a exposição tem material até demais e não tão organizada como deveria.

Esta avaliação foi útil? Sim
Belo Horizonte, MG
Colaborador Mestre
250 avaliações 250 avaliações
134 avaliações sobre atrações
95 votos úteis 95 votos úteis
5 de 5 estrelas Avaliou em 18 de Dezembro de 2014

O Checkpoint Charlie era a famosa fronteira entre os domínios soviético e americano e testemunhou uma série de acontecimentos dramáticos durante a Guerra Fria. O museu mostra como eram as tentativas de fuga para o Ocidente daqueles que estavam do lado oriental. Visita interessante. Vale conferir.

Esta avaliação foi útil? Sim
São Paulo, SP
Colaborador Mestre
93 avaliações 93 avaliações
64 avaliações sobre atrações
20 votos úteis 20 votos úteis
5 de 5 estrelas Avaliou em 17 de Dezembro de 2014

Achei interessante a disposição do museu, que mostra maquetes de como foram erguidos os muros, fotos das tentativas de fuga do lado Oriental para o Ocidental. Para tirar fotos precisa pagar uma taxa na entrada. Eles te dão uma pulseira que indica sua autorização. Muito legal. Um dos mais interessantes que já visitei.

Esta avaliação foi útil? Sim
Colaborador Mestre
97 avaliações 97 avaliações
28 avaliações sobre atrações
46 votos úteis 46 votos úteis
3 de 5 estrelas Avaliou em 14 de Dezembro de 2014

O museu tem um acervo muito grande, com muitas coisas interessantes relativas ao período em que a Alemanha estava dividida pelo muro. Entretanto, o material está muito desorganizado e fica difícil entender mesmo estando com o audioguia. Há explicações no audioguia sobre itens que não consegui encontrar no museu, bem como itens que me pareceram interessantes mas sobre os quais... Mais 

Esta avaliação foi útil? Sim
Goiânia, GO
Colaborador Mestre
166 avaliações 166 avaliações
124 avaliações sobre atrações
25 votos úteis 25 votos úteis
4 de 5 estrelas Avaliou em 9 de Dezembro de 2014

Museu ao ar livre, localizado logo após o Checkpoint Charlie, retratando a história do Muro de Berlim. Recebeu um Pavilhão especial para a comemoração dos 25 anos da queda do Muro.

Esta avaliação foi útil? Sim
São Paulo, São Paulo, Brazil
Colaborador Mestre
69 avaliações 69 avaliações
53 avaliações sobre atrações
17 votos úteis 17 votos úteis
4 de 5 estrelas Avaliou em 8 de Dezembro de 2014

Esse é um lugar muito interessante da perspectiva histórica, pois mostra a divisão que havia entre Berlim Ocidental e Oriental, além de nos permitir tocar e ver partes do muro de Berlim. Você pode tirar fotos com os pés nas duas Alemanhas que havia na Guerra Fria.

Esta avaliação foi útil? Sim
Brasil
Colaborador Intermediário
14 avaliações 14 avaliações
5 avaliações sobre atrações
2 votos úteis 2 votos úteis
5 de 5 estrelas Avaliou em 21 de Novembro de 2014

Ir em Berlin e não tirar uma foto do que restou do muro não vale a pena! Aproveite para chegar lá de bicicleta, no proprio hotel eles alugam!

Esta avaliação foi útil? Sim
Florença, Itália
Colaborador Avançado
34 avaliações 34 avaliações
19 avaliações sobre atrações
14 votos úteis 14 votos úteis
4 de 5 estrelas Avaliou em 17 de Setembro de 2014

Estar no Museum Haus am Checkpoint em Berlim é reviver a história recente da humanidade. Imaginar que centenas de pessoas tentavam atravessar o muro e ver suas estórias, nos leva para um tempo onde as liberdades eram apenas sonhos. O Chekc Point Charlie que fazia a exata divisão entre os territórios das duas grandes potências, EUA e URSS é até... Mais 

Esta avaliação foi útil? Sim

Os viajantes que viram Berlin Wall Museum (Museum Haus am Checkpoint Charlie), também viram

 

Já esteve em Berlin Wall Museum (Museum Haus am Checkpoint Charlie)? Compartilhe suas experiências!

Proprietários: qual é o seu lado da história?

Cadastre-se agora mesmo. É grátis! Receba notificações automáticas sobre novas avaliações, responda aos comentários dos viajantes, carregue fotos para o perfil do seu estabelecimento e muito mais.

Gerenciar seu perfil

Perguntas e respostas

Dúvidas? Os funcionários e antigos clientes de Berlin Wall Museum (Museum Haus am Checkpoint Charlie) respondem às suas perguntas.
Diretrizes de publicação
Perguntas mais comuns:
  • Preciso comprar ingresso para bebês?
  • Como posso chegar ao estabelecimento usando transporte público?
  • Há algum restaurante ou café no local?

Estadia em Kreuzberg

Perfil do bairro
Kreuzberg
O coração revolucionário de Berlim e suas raízes na imigração podem ser encontrados em Kreuzberg, mas este bairro central está começando uma nova fase. Em 1950 e 1960, trabalhadores turcos se estabeleceram nos arredores de Kottbusser Tor, enquanto em 1980 e 1990, invasores e artistas indisciplinados levavam aqui uma vida sem limites. Um antigo hospital se tornou um ponto de encontro para protestos entre os invasores e a polícia. Hoje em dia, ainda é possível encontrar neste local os melhores quibes da cidade e diversos clubes do tipo inferninho, mas muita coisa mudou. O hospital foi transformado em um centro de arte, além de encontrarmos cada vez mais cafeterias, restaurantes e lojas de grife. O aumento nos preços das casas e a revitalização ameaçam o espírito desta área ao longo do rio Spree, mas o legado do bairro é mantido por uma comunidade engajada em preservar a sua identidade rebelde.
Explore este bairro